Missões significativas e trabalho lucrativo não precisam ser mutuamente exclusivos.

 

Adaptabilidade, agitação e dinâmica são tudo, especialmente no ambiente tecnológico competitivo e em constante mudança de hoje. Se apenas seus funcionários passassem menos horas nas mídias sociais e mais tempo aperfeiçoando seus trabalhos individuais, sua empresa superaria facilmente os concorrentes menos eficientes, permitindo que você vivesse o sonho empreendedor que sempre desejou.

Mas como você pode instilar um maior senso de urgência sem deixar todo mundo infeliz no trabalho? Bem, várias pesquisas sugerem que adicionar significado e propósito às suas tarefas tem tudo a ver com o aumento da produtividade. Por exemplo, o Índice Global de Propósito de 2016 relatou que 58% das empresas com uma missão e um objetivo claros cresceram 10% ou mais, contra apenas 42% das empresas sem um. Ainda mais surpreendente, 42% das empresas não direcionadas demonstram uma queda anual na receita, enquanto 85% das empresas direcionadas a objetivos apresentam crescimento positivo.

Esse crescimento positivo ou negativo é pelo menos alimentado pelo espírito e motivação dos trabalhadores de uma empresa. De acordo com uma pesquisa da LinkedIn Talent Solutions, 49% dos funcionários trocariam uma parte de seu salário por um senso de propósito adicional. Portanto, com essa ênfase em mente, aqui estão três maneiras específicas de aumentar a produtividade e a lucratividade da sua empresa.

 

  1. Trate seus funcionários como parceiros.

 

Para o renomado agente de marca de Hollywood, Lorenzo Rusin, que supervisiona a colocação de produtos em filmes, incluindo Terminator: Dark Fate e o mais recente de Martin Scorsese, The Irishman, é de extrema importância a manutenção de um ambiente profissional e respeitoso. “Eu me envolvo com uma equipe incrível”, explica Rusin por e-mail. “Trato meus funcionários como parceiros. Ao mesmo tempo, tento me envolver em todos os projetos que posso, compartilhando meu sucesso com eles. Eles merecem isso”.

Muitos empregadores cometem o erro de se distanciar de seus funcionários por meio de uma hierarquia complexa e intimidadora. Se você possui uma grande corporação, isso pode ser necessário (nesse caso, o trabalho do gerente é inspirar ações e seu trabalho é inspirar os gerentes). Mas nos primeiros dias do empreendedorismo, pode ser contra intuitivo. Rusin acrescenta: “Descobri que se você passa mais tempo com seus funcionários, realmente os conhece, os trata como parceiros, eles ficam mais animados em trabalhar e muito mais eficientes no que fazem”.

 

  1. Crie uma razão mais profunda para estar nos negócios.

 

A essência de administrar um negócio orientado a propósitos é, bem, ter um objetivo, mas isso não significa que você precise abandonar sua empresa altamente lucrativa e criar uma organização sem fins lucrativos. Significa simplesmente que você precisa estar no negócio por algum motivo mais profundo do que ganhar dinheiro. Essa é uma mensagem comum entre a elite do mundo dos negócios. Richard Branson chegou ao ponto de dizer: “No mundo moderno, não pode haver lucro sem um objetivo bem definido”.

Considere o advogado de Dallas que virou estrela do YouTube, Lee Steinfeld, que usa sua plataforma para arrecadar dinheiro para a Aliança Nacional para Doenças Mentais, ou Alex Haditaghi, o filantropo canadense que já entregou 1.400 perus a pessoas necessitadas. Algumas empresas afirmam seu objetivo diretamente no site.

O objetivo não apenas fornecerá a você e a seus funcionários algo pelo qual lutar e se empolgar, mas também unirá todos em torno de uma única meta que orienta a tomada de decisões, o que aumentará a produtividade e diminuirá a falta de interesse no local de trabalho (sem mencionar que atrairá mais rapidamente o seu mercado ideal).

 

  1. Coloque cada membro da equipe em uma posição pela qual ele seja apaixonado.

 

Jeff Bezos disse uma vez: “Acho que todos temos paixões, e você não pode escolhê-las, mas precisa estar alerta a elas”. E o fato é que, como mostra os dados citados anteriormente neste artigo, é que as pessoas trabalham mais e permanecem interessadas por mais tempo quando isso é voltado para algo com o qual elas naturalmente se preocupam. Infelizmente, de acordo com o Conference Board, mais da metade dos funcionários está insatisfeita com o trabalho.

É seu trabalho analisar honestamente se esse é o caso dos membros da sua equipe. Se for, você precisa inspirá-los com um objetivo maior, transferi-los para uma posição diferente pela qual eles serão mais apaixonados ou deixá-los ir. Quanto mais sua empresa se apega a funcionários sem brilho e com pouca paixão, mais difícil será crescer, prosperar e superar seus concorrentes mais agressivos.

 

Imagem cortesia: Pixabay