Tome a frente e lidere seu time!

 

Ao contrário do que você possa acreditar, às vezes você não tem um problema de marketing ou vendas. A maioria das empresas pensa que sim. Na realidade, elas têm um problema de liderança. Essa é uma das maiores lições que você pode aprender como empreendedor, e isso mudará radicalmente a maneira como você lidera sua equipe e a trajetória de seu sucesso.

Como empresário, você não pode se esconder. Por definição, você é a pessoa que tomará as grandes decisões para sua empresa. Mas, enquanto a liderança é algo que a maioria dos empreendedores acha que eles têm, a verdade é que poucos realmente possuem as habilidades que precisam para liderar. E quando você simplesmente “desempenha” o papel de líder, ao invés de realmente guiar e liderar os outros, sua empresa pode desmoronar.

Hoje vamos compartilhar com você cinco maneiras pelas quais uma liderança ruim destrói empresas. Se você puder se relacionar com qualquer um desses itens, tome medidas e corrija imediatamente – sua empresa irá crescer exponencialmente se você fizer isso.

 

Visão pobre para o futuro

É quando os CEOs têm uma ideia geral da visão final de seus negócios – talvez eles queiram vender um número X de produtos até certa data -, mas não têm ideia de como dividir essa visão em referências diárias, semanais, mensais, trimestrais e anuais . Eles não poderiam dizer quantos produtos precisam vender mensalmente ou quantos leads precisam gerar por mês em suas campanhas de marketing.

Você tem que se perguntar: como você deseja que sua empresa seja? E quando? Essas são as duas primeiras perguntas que você precisa responder se quiser construir uma visão clara para o seu negócio.

 

Não investir no desenvolvimento da sua equipe

Muitos empreendedores, novos e experientes, esperam contratar membros da equipe pré-fabricados, com a mesma ética de trabalho, resiliência e conjunto de habilidades que eles têm. Isso não vai acontecer, porque você está no jogo há muito mais tempo do que eles.

Mas essas falsas expectativas muitas vezes levam à animosidade entre os empreendedores e seus funcionários. É assim que surgem as culturas de trabalho tóxicas: o empresário não quer demitir o empregado, enquanto o empregado fica com medo de mudanças. Logo, esses sentimentos de ressentimento se aprofundam a cada dia, até que nem o empregador nem o empregado possam ficar na mesma sala juntos. Em última análise, ou o empreendedor fica frustrado o suficiente para demitir o empregado ou o funcionário insatisfeito pede a demissão.

É por isso que você precisa contratar membros de equipe, não funcionários. Os funcionários chegam atrasados e saem cedo. Os membros da equipe são aqueles dispostos a dedicar seu tempo e energia à sua visão. Como líder, seu trabalho é investir no desenvolvimento pessoal de sua equipe para que eles possam ter o melhor desempenho possível como membros da equipe, não como funcionários.

 

Agarrar-se a um funcionário tóxico

Como o chefe do seu negócio, seu trabalho é dar corda aos membros da sua equipe. Isso significa fornecer-lhes os recursos e o apoio de que precisam para crescer, tanto em seu papel quanto como pessoa.

A maioria dos membros da sua equipe aceita a corda que você lhes dá. Eles desenvolverão tolerância ao estresse, resistência à ansiedade e melhores hábitos de trabalho. No entanto, de vez em quando, um de seus funcionários usará essa corda para se enforcar. Ele se desvincula e faz suas próprias coisas, em vez de investir em sua cultura e visão.

A pior coisa que você pode fazer pelo seu negócio é agarrar-se a esse empregado. Quando você fica perto de um funcionário de baixo desempenho, você envia uma mensagem para o resto da sua equipe que você tolera a mediocridade. Eventualmente, todos os outros membros do seu time também estarão jogando nesse nível.

Liderança não é algo com que você nasceu. Você pode aprender e desenvolver suas habilidades de liderança ao longo do tempo. Realmente, esse é o investimento mais sábio que você pode fazer, porque os líderes fortes ganham mais dinheiro nos negócios, conquistam mais respeito de seus colegas e alcançam um ritmo que o restante da indústria não consegue acompanhar.

 

Imagem cortesia: Pixabay