Não deixe que suas crenças negativas o atrasem. 

 

Crença: É uma palavra minúscula, mas uma força poderosa para determinar se os empreendedores são bem-sucedidos ou fracassam. 

Aqueles que têm uma crença inabalável em si mesmos, em seu valor e sua oferta alcançam muito mais do que aqueles que estão cheios de dúvidas e crenças negativas. Os empreendedores podem ter as melhores estratégias e planos do mundo, mas se eles não acreditam em si mesmos e em suas ofertas, é mais provável que desistam ou fracassem. 

Todos nós carregamos crenças negativas sobre nós mesmos: algumas adotamos quando pessoas influentes não acreditam em nós, outras se infiltram quando alguém questiona nossas habilidades.  

Essas crenças se enraízam desde cedo, são profundas e afetam todas as partes de nossas vidas. O processo de mudança pode ser desconfortável, mas vale a pena – mude suas crenças e você verá seus resultados dispararem.  

Aqui estão três estratégias de mudança de crença que podem fazer a diferença para o seu negócio. 

 

  1. Identifique e reescreva crenças negativas

Suas crenças limitantes são os pensamentos desagradáveis, muitas vezes críticos, que surgem quando você está tentando algo diferente. A crença sempre precede a ação, então reformular esses pensamentos negativos e debilitantes é essencial para tornar seus sonhos realidade. 

Tome uma atitude: 

Liste todas as crenças negativas que se repetem em seu cérebro. Se nada vier à mente, pense nos momentos em que você disse a si mesmo que não pode fazer algo. Sintonize a razão pela qual você acreditou na hora e anote-a. 

Depois de elaborar a lista, identifique a voz por trás de cada crença. Pertence a um familiar, professor, intimidador, patrão ou amigo? Percorra sua lista, ponto por ponto, e lembre-se: “Esta não é a minha voz. Isso não é minha crença”. 

Dê uma reviravolta positiva nessas crenças reformulando-as para que pareçam elogios. Use-os para criar uma lista de todas as coisas que você acredita que são ótimas sobre você. Leia essas novas crenças em voz alta para si mesmo e deixe-as permear seu cérebro. Seja grato por suas forças e saiba que essas novas crenças são verdadeiras. Use suas novas crenças para criar afirmações positivas e repeti-las diariamente. Antes que você perceba, essas crenças limitantes terão sido substituídas por positivas e solidárias. 

 

  1. Encontre bons modelos

A modelagem de papéis não é um conceito novo, mas é um conceito poderoso. Um modelo oferece uma representação do que é possível. No entanto, na busca de ser original, muitas pessoas perdem a chance de aprender com outras pessoas que conseguiram grandes feitos. 

Tome uma atitude: 

Pense em uma pessoa que você admira e que pode estar fazendo o que deseja ou alcançando o sucesso que deseja. Anote seu nome e as características que você admira. 

Imagine que você é essa pessoa e que você exibe cada uma de suas características positivas. Em seus momentos de dúvida, pergunte a si mesmo o que seu modelo faria. Quando você começa a procurar por essas qualidades dentro de você, você as encontrará. Gradualmente, você evoluirá para uma nova versão sua – uma em que você pode acreditar. 

 

  1. Mude suas ações

Assim como você pode controlar seus pensamentos, você também pode controlar suas ações. Seus comportamentos físicos afetam como você se sente em relação a si mesmo e como aparece em seus negócios. Seja intencional a cada movimento. 

No final do século 19, o psicólogo William James formulou a hipótese de que o fluxo entre a emoção e o comportamento se dá nos dois sentidos. Agir como você acredita em si mesmo irá ajudá-lo a acreditar, e vice-versa. Desde então, numerosos estudos chegaram às mesmas conclusões: quando agimos com mais confiança, fortalecidos e bem-sucedidos, nos tornamos essas coisas. 

Tome uma atitude: 

Crie uma lista de mudanças simples que você pode fazer nos seus comportamentos atuais que mudarão como você se sente. Tente se vestir de uma maneira que faça você se sentir bem, mantenha uma boa postura para se sentir forte e poderoso, compartilhando seus sucessos, celebrando cada vitória, lendo e aprendendo (sempre), entregando o que você promete e se orgulhando de seu trabalho. 

 

O caminho para a autoconfiança e, por extensão, para o sucesso dos negócios, não é fácil. Mas cada uma dessas pequenas ações pode ajudá-lo a reescrever seu próprio sistema de crenças, o que, por sua vez, o ajudará a conseguir muito mais com o seu negócio. 

 

Imagem cortesia: Pixabay