Evite o erro caro de contratar a agência de design errada.

 

Quando você determina que é hora de procurar uma agência de design para contratar, é fácil sentir a necessidade de manter a primeira empresa com quem você fala, que diz as coisas certas e lhe dá um preço razoável. Contratar uma agência de design é uma nova parceria que exige níveis profundos de confiança, experiência e comunicação. Antes de dizer: “Você está contratado!” há várias bandeiras vermelhas a observar para economizar tempo, dinheiro e até mesmo o patrimônio de sua marca.

 

  1. Revisões negativas ou falta de comentários

Você deve sempre ler as avaliações on-line sobre a agência que está entrevistando. As revisões on-line são uma maneira simples de outras pessoas proclamarem publicamente seu apoio ao trabalho de uma empresa. Faça uma pesquisa no Google pelo nome da agência, seguida de “resenhas” ou “reclamações”. Procuro comentários em sites de terceiros, como o Google My Business, as páginas comerciais do Facebook, o Yelp e o Better Business Bureau. Não há desculpa para que você não busque saber como uma agência de design lida com comentários honestos sobre como ela trata seus clientes e a qualidade do trabalho que oferece.

Fique de olho nos comentários que mencionam características que você considera valiosas. Por exemplo, se você está mais preocupado em obter uma resposta em tempo hábil, entreviste uma agência cujas análises sugerem sua capacidade de cumprir prazos apertados. Se for imperativo para você que a agência de design entenda suas razões para fazer negócios, procure por comentários que demonstrem que essa agência ouve com cuidado e se comunica bem ao longo do projeto.

Dar uma rápida olhada na reputação online de uma empresa pode economizar dinheiro a longo prazo. Se você não encontrar uma resenha ou se uma agência tiver resenhas negativas que façam com que você perca a confiança, evite.

 

  1. Portfólio online limitado

Agências de design produzem um trabalho que é visualmente atraente ou resolve problemas. Um portfólio é uma maneira de uma empresa mostrar o trabalho que fez e as marcas com as quais trabalhou. Quando uma agência de design tem um portfólio muito limitado ou nenhum portfólio visível, prossiga com extrema cautela.

Uma agência de design sem um portfólio implica que ela não fez muito trabalho ou que não vale a pena se gabar do trabalho que fez.

Para encontrar o portfólio de uma agência, você deve começar procurando em seu site. Procure por exemplos reais de trabalhos de design concluídos. Você também pode ver seu portfólio misturado com suas mídias sociais (falaremos sobre isso em seguida).

Se todos os esforços falharem em encontrar o portfólio, e você ainda estiver interessado, peça para ver um portfólio e peça à agência que lhe forneça referências para garantir seu trabalho. Se você ainda não conseguir um portfólio completo ou não conseguir nenhum portfólio, passe a entrevistar a próxima agência.

 

  1. Presença pobre na mídia social

Como você pode esperar que alguém crie um website, um infográfico, ou até mesmo recursos de mídia social se ele não estiver avaliando regularmente o que faz e não promove o envolvimento on-line?

Uma agência de design sem presença social é uma bandeira vermelha. Também procure por contagens e engajamento de seguidores. Se a agência estiver aproveitando a mídia social corretamente, seu trabalho deve estar em sintonia com os seguidores, resultando em curtidas, comentários e até compartilhamentos.

Siga a agência de design que você está entrevistando e passe por suas postagens e histórico. Observe como se retrata e como interage com os seguidores. Se você se vê se contorcendo ou se sentindo desconfortável com o que a marca transmite, a agência provavelmente não é uma boa opção para você.

 

  1. Opções de pagamento limitadas

Empresas modernas facilitam o pagamento de serviços. É tão simples quanto enviar uma fatura com a opção de pagar usando PayPal ou cartões de crédito.

Pagar com cartão de crédito não é apenas uma questão de conveniência. É uma linha de defesa se surgir um problema. Se a agência fizer um trabalho ruim e não fornecer um reembolso, será fácil registrar uma disputa com a empresa do cartão de crédito.

O faturamento e os pagamentos evoluíram tanto que as agências de design devem fornecer meios confiáveis e transparentes para que seus clientes paguem por seus serviços. Se a agência de design que você está entrevistando aceitar apenas dinheiro ou cheque – você deve encerrar as discussões e seguir em frente. Nenhuma agência credível opera em uma base “somente em dinheiro”.

 

Antes de contratar a agência

Verifique as revisões, pesquise o portfólio da agência, explore suas mídias sociais e confirme que ele tem um meio confiável de pagamento. Você ficará feliz por ter se esforçado para pesquisar qualquer agência de design para não ficar preso a um problema

Quando contratar uma agência, procure empresas que desejam expandir seus negócios. O relacionamento é mais parecido com uma parceria do que com um simples X que você faz pelo valor de Y. Eles te veem, seu cliente, como uma extensão de sua marca e produto. Isso significa que eles investirão em seu sucesso e farão o esforço extra e o que for necessário para garantir o sucesso.

Evite o erro caro de contratar a agência de design errada. Se você estiver entrevistando uma agência que exiba qualquer uma dessas bandeiras vermelhas, pare a busca e continue a pesquisa até encontrar uma que atenda às suas necessidades.

 

Imagem cortesia: Pixabay