Todo mundo quer receber um salário maior. Muitas vezes, isso significa aprender negociar o seu salário.

Vale a pena ser experiente na negociação salarial. Dependendo do nível de experiência, um candidato a emprego que possa efetivamente negociar o salário pode ganhar de R$100 até R$500 a mais semanalmente do que seus homólogos.

Abaixo, você encontrará quatro estratégias vencedoras de negociação salarial que o ajudarão a aumentar o seu salário, além de auxiliar a sua carreira e avançar no trabalho.

 

  1. Esqueça a negociação salarial

 

Parece irônico. No entanto, a melhor maneira de negociar um salário mais alto é não pensar em salário até chegar a hora.

Primeiro, concentre-se em dar ao empregador o que eles querem: um candidato de trabalho qualificado e otimista, que responda as perguntas de forma completa e é receptivo e cooperativo. Quanto mais uma empresa vê valor em você, mais eles serão receptivos aos seus pedidos. Os candidatos que estão excessivamente preocupados com o salário geralmente não conseguem o emprego.

Este tipo de atitude focada apenas no ganho faz com que os entrevistadores se tornem mais rígidos, menos agradáveis e sem sincronia com os valores fundamentais da empresa.

 

  1. Mude o foco do pagamento passado para o potencial futuro

 

Muitas empresas usam seus salários passados como referência para o que você deve pagar. É natural. Embora existam leis em certos locais que impedem que um empregador pergunte, esses regulamentos são poucos e distantes.

De qualquer forma, existem táticas que você pode usar para que o gerente de contratação se concentre mais no que você pode fazer agora e no futuro em vez de julgá-lo com base no seu salário passado. Retire sua mente do passado e coloque-o no futuro.

Nossos recrutadores recomendaram que você cite o salário de outros empregos que você está atualmente entrevistando, e o que você espera fazer em seis meses.

 

  1. Seja educado

 

A negociação não precisa ser conflituosa. Uma das piores coisas que um candidato pode fazer para reforçar o caso é exigir um salário mais alto em vez de solicitar educadamente.

Às vezes, a maneira mais eficaz de descobrir se a empresa com a qual você está entrevistando está disposta a ceder e aumentar o seu salário é pedir educadamente, mas de forma assertiva. A comunicação assertiva é entregue em uma voz firme, suavemente fluida e bem modulada. É uma voz que transmite sinceridade e a vontade de trabalhar para uma solução vantajosa para todos.

Lembre-se, quando você quer persuadir, é melhor discordar de simpatia e fazer um caso que coloque o entrevistador no controle, em vez de forçar o indivíduo a se curvar.

 

  1. Não fique emocional – fique criativo

 

E se a oferta for menor do que o esperado ou se você não conseguir negociar o salário, mas quer o emprego?

A negociação salarial não tem que ser apenas sobre o salário. Em vez disso, alargue as suas opções e use a sua imaginação. Uma tática é pedir a capacidade de renegociar após um certo período de tempo de estar com a empresa.

Só porque você não pode negociar seu salário agora, não significa que você não pode negociar a capacidade de renegociar seu contrato em seis meses (e isso faz parte da oferta de trabalho).

Com o salário, é mais do que apenas um “sim” ou “não”. Em vez disso, é o indivíduo que é capaz de se manter nivelado e criativo, que se destaca no final. Mantenha o controle de suas emoções. Não reaja de imediato, dando tempo para pensar com calma e clareza.

 

No final

 

Concentre-se em se sair bem na entrevista. Concentre-se em negociar a oferta de emprego em segundo lugar. Quanto mais uma empresa quer contratar você, mais alavancagem de negociação salarial você tem.

 

Imagem cortesia: Pixabay