Como empreendedor, os desafios profissionais que você enfrenta estão bem documentados. Mas sua carreira é apenas parte de sua vida. Quando você sai do escritório no final do dia e vai para casa, você também tem uma vida pessoal para lidar. Como você enfrenta seus problemas pessoais desempenha um papel direto e quantificável no sucesso que você pode experimentar em sua carreira.

 

Você pode colocar um sorriso no rosto quando aarecer no escritório durante as manhãs, mas está sentindo muita pressão em casa. Se é sua saúde, dinheiro, tempo ou relacionamentos, há coisas com as quais você está lidando o tempo todo. Para se tornar o empresário que quer ser, você deve começar com a pessoa que você vê no espelho.

 

Todos nós temos nossos próprios problemas únicos. No entanto, se a história revela qualquer coisa, é que mesmo os empresários mais ocupados enfrentam frequentemente desafios pessoais semelhantes aos seus. Aqui estão alguns dos mais comuns, bem como algumas soluções para superá-los.

 

  1. Pouco tempo para relacionamentos

Você gasta mais tempo com seus funcionários do que com seu cônjuge? Você consegue se lembrar da última vez que brincou com seus filhos quando ainda havia luz do dia lá fora? Você já aproveitou em uma data especial nos últimos seis meses? Você consegue se lembrar de um momento em que você acabou de sair com amigos sem olhar o relógio e pensar no trabalho?

 

Quando você está trabalhando 12, 14, ou 16 horas, não há muito tempo para outras coisas. Relacionamentos pessoais – da variedade romântica, familiar e de amizade – são afetados dramaticamente. Você simplesmente não tem tempo para eles com sua agenda atual.

 

A boa notícia é que você não está sozinho. Existem milhares de outros empresários que lidam com o mesmo problema. A má notícia é que você está em um caminho insustentável que eventualmente resultará em um acidente dramático. Você precisa de relacionamentos pessoais e você tem que dar tempo para eles. A questão é, como?

 

A intencionalidade é a chave. Você é intencional sobre tudo no seu negócio, então, por que não pode ser sobre o seu tempo fora do trabalho? Com seu cônjuge, filhos ou amigos, pense em tempo em termos de qualidade, não quantidade. Você pode não ter duas horas de tempo livre todos os dias, mas se você pode oferecer 20 minutos de tempo realmente significativo, isso vale muito. Faça perguntas, ouça, ria, se conecte… não assista apenas à TV e reclame sobre o estresse.

 

  1. Percepção de falta de estabilidade

Você pode estar ganhando um bom dinheiro, mas se você passou recentemente de ser um empregado para ser seu próprio chefe, no começo você pode achar difícil conseguir crédito ou que as instituições financeiras o levem a sério.

 

O processo de empréstimo residencial é o melhor exemplo aqui. Para se qualificar para uma hipoteca, a maioria dos credores tradicionais quer que os candidatos independentes tenham pelo menos um fiador com renda declarada. Uma vez que o status de autônomo ou pequeno empresário pode abranger uma ampla gama de planos de negócios, eles precisam de alguma prova de sua estabilidade. Esperar até que você possa atender aos requisitos do banco é uma opção. Outra opção é trabalhar com um corretor hipotecário alternativo, que não são de propriedade dos bancos.

 

Uma das maiores vantagens de trabalhar com um corretor de hipoteca é que temos acesso a uma variedade de credores e podemos encontrar um empréstimo que se adequa a seus critérios específicos. Você tem a liberdade de trabalhar com o credor mais adequado para seus planos.

 

Há quase sempre uma opção de crédito. Enquanto você estiver recebendo algum dinheiro e tiver os documentos para suportar sua renda, sempre existem opções disponíveis.

 

  1. Estresse constante e ansiedade

Quando você é um empregado assalariado com um horário previsível e um salário garantido, você tem a capacidade de fazer seu trabalho e, em seguida, esquecer-se disso quando você vai para casa. Há liberdade na previsibilidade – para não mencionar o fato de que você é apenas um empregado, e não a pessoa responsável. Quando você é um empresário, empreendedor ou tem sua pequena empresa, você não tem o mesmo luxo de esquecer o trabalho quando deixa o escritório.

 

Um dos problemas mais comuns que os empresários relatam é a incapacidade de deixar o trabalho no trabalho. Eles trazem seus problemas para casa com eles, o que leva a um ciclo crônico de estresse e ansiedade. Esse estresse constante causa estragos e, eventualmente, causa problemas de saúde mental e física.

 

Há uma variedade de métodos que você pode usar para lidar com o estresse e a ansiedade, mas uma das técnicas que você pode tentar é compreender que, como um indivíduo, você pode mudar seu comportamento, o pensamento ou as emoções, entendendo e reorganizando a maneira como esses três elementos interagem uns com os outros. Há muitas outras coisas que você pode fazer, mas até que você aprenda a controlar seus pensamentos, você sempre será atormentado pelo estresse e pela ansiedade. Compreenda o foco de sua ansiedade e trabalhe para mudar isso na raiz dos problemas.

 

  1. Falta de tempo livre e férias

Um desafio prático que os empresários enfrentam com freqüência é a falta de férias (e tempo livre em geral). Quando você está liderando seu próprio negócio, não é tão fácil simplesmente enviar e-mail e dizer ao escritório que você estará de volta em uma semana. No entanto, é possível tirar alguns dias de férias.

 

Se você quiser sair de férias, você deve fazer preparativos avançados e colocar certos sistemas e pessoas para garantir que tudo corre bem na sua ausência. Outro pequeno truque é dizer aos seus clientes, fornecedores e parceiros de negócios que você retornará um ou dois dias depois que você realmente o fizer. Isso lhe dá algum tempo extra para se reacomodar já a par do que está acontecendo.

 

Não deixe problemas pessoais se acumularem

É fácil compartimentar a sua vida. Você tem o seu negócio, sua família, seus amigos, seus hobbies, etc. Categorizar nossas vidas nos permite fazer mais sentido e proporciona uma sensação de controle em meio ao caos.

 

Infelizmente, o mundo não funciona dessa maneira. Tudo que abunda em um “compartimento” derrama sobre o próximo e tem um efeito cascata direto sobre as outras áreas da sua vida. Embora você possa achar tentador segmentar seus desafios pessoais e evitar lidar com eles, a realidade é que eles têm um impacto na sua carreira, saúde e meios de subsistência.

 

Quanto mais você deixar que os problemas pessoais se infiltrem debaixo de uma superfície aparentemente sob controle, mais provável que eles se inchem e levem a maiores problemas. Ao abordar proativamente seus desafios, problemas e demônios internos, você pode obter o esclarecimento que precisa e descobrir a equilibrar sua vida pessoal e profissional de uma forma satisfatória.

 

Imagem cortesia: Pixabay