Quando você tem um negócio, clientes satisfeitos são essenciais para o seu sucesso. Conhecer o seu cliente ideal e suas necessidades particulares é fundamental. No entanto, perseguir clientes não-ideais podem matar seu negócio. Vale a pena ser exigente com quais clientes você escolhe trabalhar.

Veja algumas razões para reduzir as perspectivas sobre alguns clientes.

 

1. Quando você não pode fornecer o serviço que eles precisam.

Um desafio é ótimo, desde que ele esteja adequado aos seus conhecimentos, como expandir seu trabalho para um novo público. No entanto, uma vez que você adiciona serviços relacionados que você não está qualificado para fornecer, você pode entrar em problemas. Por exemplo, ser um administrador não significa necessariamente que você seja um especialista em redes sociais.

O fato de você processar alguém e vencer não faz de você um especialista jurídico. O campo médico é um excelente exemplo dessa teoria em ação. Você tem um clínico geral e, se ele diagnosticar uma condição específica, ela pode encaminhá-lo para um especialista em vez de tratar você sozinho. Ele provavelmente tem algum conhecimento que seria útil, mas entende que um especialista possui um maior grau de especialização que melhor se adequaria a alguns de seus pacientes.

Forneça o serviço que conhece melhor.

Se você oferecer um serviço, não é bom para você arriscar-se a deixar seus clientes infelizes. Clientes insatisfeitos são ruins para o seu negócio. Em vez de boas referências, você receberá comentários ruins e solicitações de reembolso.

A melhor estratégia é pensar na frente, se você não for o melhor. Se você tem uma boa rede de referências, facilite as apresentações para um provedor de serviços mais qualificado. Esse comportamento torna você mais confiável. Uma vez que tendemos a contratar pessoas que conhecemos e confiamos, sua honestidade pode colocá-lo no topo da lista na próxima vez que seu cliente precisar de seus serviços.

2. Quando você precisa mudar sua empresa para atendê-los.

Geralmente, quando você inicia um negócio, você é mais inclinado a fazer dinheiro e menos consciente do que você pode oferece. Isso significa que você vai tomar alguns serviços pelo dinheiro e considerar fazer alterações em sua empresa para obtê-los.

À medida que você ganha experiência, aprende o que é melhor e suas melhores práticas de entrega. Você fica ciente sobre os resultados fornecidos pelo seu serviço. Depois de ter uma compreensão clara do seu serviço, se você atender ao orçamento de alguém, alterando o seu serviço, corre o risco de cortar resultados ou exceder os recursos.

Você está fazendo de seu cliente um problema?

Pior ainda, mudar a forma como você opera com cada cliente é a maneira mais rápida de deixar alguns clientes mal acostumados. Estes são os clientes que, uma vez que percebem que você se curvará a seus desejos, nunca parecerão felizes com qualquer coisa que você faça. Esses clientes pedem mais do seu tempo do que qualquer outro cliente e fazem você desejar que eles não o tenham contratado.

Aprenda a dizer “não” e compreenda o que você faz bem e como fornecer o resultado final para as necessidades de seus clientes ideais. É melhor dizer “não” às perspectivas que precisam de uma atenção além de suas capacidades do que dizer “sim” a um potencial pesadelo no serviço.

3. Quando eles estão fadados ao fracasso.

Se você é sério sobre o seu negócio, você quer ser conhecido por entregar excelentes resultados e trabalhar com pessoas que estão falando sério sobre alcançar os objetivos. Se você considerar qual dos seus clientes obteve esses resultados, você notará que eles têm qualidades em comum. Esses clientes estão dispostos a fazer o trabalho necessário para obter os resultados que eles quererem.

Se você se comprometer a falhar e criar uma rede de segurança para permitir a derrota, está criando a receita perfeita para falhar – e aceitar isso. Se você não pode conversar com um cliente e tentar guiá-lo para fora de sua zona de conforto e de seu compromisso com o fracasso, é melhor deixá-los ir e criar espaço para outro cliente pronto para ter sucesso.

4. Quando eles não estão prontos para se comprometer com você.

Algumas pessoas precisam de tempo para pensar em trabalhar com você, ou para encontrar financiamento para contratá-lo. Essas pessoas concordarão com uma ação de acompanhamento e informarão sua decisão de contratação.

Existem outras pessoas que encorajam você. Clientes que não se comprometem com um prazo razoável podem se interessar em trabalhar com você. No entanto, eles podem estar mais comprometidos com seus próprios interesses (tempo, dinheiro, etc.).

Alguns clientes se sentem muito desconfortáveis para serem diretos?

Alguns clientes não estão interessados em trabalhar com você, mas não se sentem confortáveis para serem diretos com você. Em vez disso, eles vão pedir um tempo de resposta e desaparecer. Pior ainda, algumas dessas pessoas aparecem e dizem que ainda estão pensando – fazendo-o perder o tempo que poderia estar atendendo outro cliente.

Esses clientes podem ser difíceis de detectar no início porque indicam que estão realmente entusiasmados por trabalhar com você. Esse seria um cliente que pode louvá-lo e pode até dizer um “sim” verbal e até concordar com uma primeira data de pagamento.
Há sempre indicações para as quais você deve estar atento. Se ocliente não se comprometeu (assinou um contrato e pagou) após dois ou três encontros, é melhor seguir em frente. A forma como um cliente se comporta no início é um indicador importante de como será a sua relação de trabalho. Há pouco valor para você trabalhar com clientes que podem atrasar pagamentos, perder compromissos e acabar com a falta de resultados.