A maioria das pessoas não acorda pronta para começar o dia como a Branca de Neve cantando para seus pequenos pássaros. Na maioria dos dias, você é pego no meio da agitação e tem que se esforçar, e depois, há os dias ruins em que você simplesmente não está se sentindo bem.

O alarme dispara tarde. Sua testa está latejando e seu corpo parece ter sido atropelado por um caminhão. Seu computador trava e destrói horas de sua tarefa antes do prazo final. Seu supervisor levou o micro gerenciamento ao próximo nível. Você tem que trabalhar durante o almoço e sequer é tarde ainda.

Todo mundo tem um desses dias. Você pode sentir que é sua culpa, mas não é. Na maioria das vezes, essas situações estressantes estão fora de seu controle, mas você pode monitorar, aceitar e redefinir suas reações. Para começar, experimente estas cinco dicas sobre como lidar com um dia de trabalho ruim:

 

  1. Elimine o estresse relacionado ao trabalho.

Quer saber qual o fator de estresse número um? Estresse no trabalho. Hoje, 65% dos trabalhadores sofrem de estresse relacionado ao trabalho, enquanto um terço das pessoas lida com o estresse crônico relacionado ao trabalho.

Corte o estresse. O que é importante? O que não é importante? Comece com as tarefas mais simples para recuperar sua confiança e obter uma boa produtividade. Crie novos prazos que sejam realistas para você realizar. E se você está se esforçando demais, considere conversar com a gerência sobre como reduzir sua carga de trabalho.

 

  1. Comunique-se com seu chefe.

Seu chefe pode ter a maior pressão de todos e deixa que o estresse goteje sobre o fluxo de trabalho de seus funcionários. O péssimo dia do seu chefe pode transformar o dia de todos em um inferno. Para melhorar seu relacionamento com seu supervisor, tente se comunicar através de seu estilo de comunicação – existem quatro tipos:

Analítico: este estilo de comunicação prefere números reais e dados concretos. Você deve evitar linguagem vaga e ser específico ao falar com essa pessoa.

Intuitivo: Esse estilo de comunicação concentra-se no quadro geral e tende a evitar ficar preso nos detalhes. Eles já sabem a resposta que querem ouvir. Vá direto ao assunto. Dê uma visão geral mais generalizada da situação e termine com uma conclusão sólida.

Funcional: Este estilo de comunicação gosta de detalhes, cronogramas, contornos, processos e planos bem estruturados. Eles não querem perder nenhuma etapa, por isso, esteja claro e conciso.

Pessoal: esse estilo de comunicação valoriza a conexão e as linguagens emocionais sobre a comunicação “fria” que é focada nos dados. Eles gostam de ir fundo e encontrar a causa e provavelmente gostarão de conhecer seus colegas em um nível mais profundo.

 

Treine-se para falar no estilo de comunicação do seu chefe. Não mude sua personalidade e estilo inteiramente porque seu estilo lhe dá pontos fortes únicos, mas falar em outro estilo de comunicação é como aperfeiçoar um segundo idioma e é útil.

Em dias terríveis, é melhor sair do caminho do seu chefe, não importa quem está tendo o pior dia. Mantenha-se cordial, pontual e mantenha a comunicação verbal breve e profissional. Email pode ser melhor se você tiver que atualizá-lo.

 

  1. Evite os dramas de colegas de trabalho.

O drama dos colegas de trabalho e a política do escritório também afetam sua produtividade. Quando a dramatização cobra seu preço, talvez seja hora de entrar em contato com a equipe de recursos humanos da sua empresa sobre suas preocupações e sobre como ela afeta sua capacidade de realizar seu trabalho.

Caso contrário, faça o possível para ficar de fora, porque você não está mais no ensino médio, mesmo que seus colegas de trabalho não tenham percebido isso ainda. Se eles tentarem arrastar você para o drama deles, não permita.

 

  1. Cuide de problemas pessoais.

Equilíbrio trabalho-vida é sobre ser capaz de manter sua vida profissional e pessoal separadas, certo? Não exatamente. Notícias ruins facilmente incomodam o equilíbrio, e é difícil manter o foco quando parece que tudo está virado de cabeça para baixo.

Pergunte a si mesmo se você pode continuar com suas tarefas ou se precisa de um dia para redefinir suas metas.

 

  1. Descanse quando estiver doente.

Na estação mais fria, as doenças chegam e se espalham. Se você não se cuida ou não tira uma folga, seu tempo de recuperação será maior.

Se você tiver que trabalhar, vá com seu kit de cuidados com a saúde e mantenha distância dos colegas de trabalho. Diga-lhes que você pode estar com uma gripe ou resfriado. A comunicação por telefone ou email é outra tática útil. Não presuma que seu chefe não permitirá que você tire um período do dia ou trabalhe em casa. Pergunte. Isso é melhor para a sua saúde e para todos os outros.

Lembre-se, a maioria das circunstâncias que contribuem para dias terríveis estão fora do seu controle e todos merecem um dia de folga. Permita-se aceitar isso. Dê um passo para trás, respire e concentre-se em redefinir seu dia.

 

Imagem cortesia: Pixabay