Ao criar um calendário de conteúdo como parte de seu plano de marketing, pode ser fácil ter as primeiras ideias para tópicos que você possa imaginar e chamar isso de um dia. Embora essas primeiras ideias de conteúdo possam ser relevantes e úteis para seu cliente ou interessantes para o leitor, elas podem não ser os tipos de tópicos de conteúdo para realmente aumentar as vendas ou impulsionar o engajamento com sua marca. Os melhores planos de estratégia de conteúdo combinam-se, promovendo postagens que devem ser compartilhadas para ajudar o leitor a ver como um produto resolve seu problema ou para explicar porque uma empresa ou marca é aquela em que as pessoas devem confiar.

Se você precisar criar um novo plano de conteúdo para os próximos meses ou atualizar um já existente, dê uma olhada em nossas 5 dicas de onde você deve procurar por inspiração de conteúdo:

 

  1. Concorrentes

As empresas estão de olho em seus concorrentes por insight, estratégia e ideias desde o começo dos tempos. Quando os executivos criam iniciativas para sua empresa, eles sempre realizam análises competitivas para garantir que não estão perdendo ou sendo deixados para trás. Os estrategistas de conteúdo e redatores devem adotar a mesma abordagem ao criar seus planos de conteúdo. Não é sempre o número de visualizações de página ou quantas vezes um conteúdo é compartilhado nas mídias sociais – às vezes, o melhor conteúdo a ser emulado é inspirado em uma base mais subjetiva. O melhor conteúdo informa o potencial cliente ou cliente e leva a uma venda ou forma um novo relacionamento. Dê uma olhada em seus concorrentes e analise como eles falam com seus clientes em potencial. Eles estão respondendo a perguntas que você não está? Eles estão promovendo os benefícios de seus serviços de maneiras que você não? E o conteúdo de seus concorrentes fala com você e como você pode imitar isso com sua própria voz?

 

  1. Clientes

Pesquisas e formulários de contato oferecem algumas das melhores maneiras de encontrar ideias de conteúdo. Certifique-se de que o departamento de atendimento ao cliente esteja analisando o feedback dos clientes e compartilhando-o com a equipe de marketing. Quando você vê padrões, onde as pessoas estão fazendo a mesma pergunta várias vezes, as lâmpadas do seu cérebro devem acender. Esses são os tópicos que provavelmente devem estar em sua página de perguntas frequentes e possivelmente expandidos em blogs ou vídeos explicativos. Isso também pode criar mais engajamento quando os clientes deixam o mesmo feedback no futuro. Como parte do acompanhamento das perguntas do cliente, os representantes do atendimento ao cliente podem simplesmente enviar um link para o conteúdo relevante (artigo, vídeo etc.) em sua resposta, o que pode manter o potencial cliente envolvido e esperançosamente colocá-lo de volta no funil de vendas.

 

  1. Equipe Interna

Um erro cometido por muitos profissionais de marketing é sempre buscar idéias de conteúdo por conta própria. No entanto, chegar a outras equipes da sua empresa pode ajudá-lo a formar algumas das melhores ideias para o conteúdo. Converse com seus funcionários em sua empresa – vendedores, representantes de atendimento ao cliente e qualquer um que esteja na linha de frente lidando com clientes – e peça que compartilhem o feedback que ouvem consistentemente, quais tendências eles prevêem ou o que acreditam ser os melhores recursos e os benefícios de sua empresa a partir de sua perspectiva. Por exemplo, conversando com a equipe de vendas, você pode aprender algumas coisas completamente novas sobre as necessidades da sua empresa ou cliente que devem ser abordadas no novo conteúdo.

 

  1. Fontes da Indústria

Essa avenida de inspiração vai além da análise competitiva e segue direto para as organizações e associações, criando uma liderança de pensamento que às vezes pode determinar a direção do seu negócio. Por exemplo, uma escola que oferece cursos de condução de caminhões deve ficar por dentro dos novos regulamentos para os motoristas e como isso impacta o teste que os alunos devem fazer para se tornarem certificados. Afinal, isso afetará o que a escola inclui em seu currículo. E isso também pode resultar em conteúdo que informa os futuros alunos sobre essas mudanças e como elas afetarão sua educação. Ao mostrar que você está no topo das últimas mudanças em seu setor relevante, você também confere credibilidade à qualidade de seu serviço.

 

  1. Mídia Social

Com as mídias sociais, é tão fácil avaliar o quão grande você é, que muitas empresas esquecem que as mídias sociais oferecem ótimas ferramentas de escuta usadas para pesquisa e planejamento de conteúdo. Dê uma olhada no que as pessoas estão dizendo sobre seus produtos e seus concorrentes em todos os principais canais sociais, painéis de comentários na Amazon e em qualquer outro lugar onde as pessoas falam sobre seus tipos de produtos. Observe quais tipos de postagens estão recebendo mais compartilhamentos e quais estão recebendo mais comentários. Às vezes, as reações aos posts sociais são tão perspicazes quanto os próprios posts para análise competitiva. E certifique-se de que conhece as melhores hashtags a utilizar e as formas de etiquetar o seu conteúdo e otimizá-lo para SEO, para que possa ser encontrado mais facilmente. Afinal, de que adianta o seu conteúdo se ele fica parado, juntando poeira?

 

Algumas dicas adicionais para o planejamento de conteúdo

Não se esqueça de que o conteúdo pode ser digerido de várias maneiras. Às vezes, faz sentido sair do formato tradicional de postagem de blog para conteúdo. Considere adicionar ferramentas adicionais ao seu arsenal, como infográficos, ou um canal do YouTube com vídeos “como fazer” ou depoimentos. Estes podem ser um ótimo recurso ou complemento para agregar credibilidade à sua marca. Analisar todos os canais que você pode usar para mídias sociais (há muitos agora!) pode ajudar a determinar quais são os mais usados por seu público e quais não são o melhor uso de seu tempo.

Ao criar seu calendário de conteúdo, não se esqueça de anotar as maneiras pelas quais você promoverá cada artigo. Vá em frente e pense em exemplos de posts no Facebook ou Tweets que ligariam de volta ao seu site. Isso também ajudará você a entender qual deve ser o foco do seu conteúdo e as maneiras mais fortes de envolver seu público.

Esperamos que sua estratégia de conteúdo ajude sua marca a decolar em 2018. Independentemente de onde você se inspira ou de qual setor você representa, suas duas maiores prioridades com o conteúdo devem ser construir novos relacionamentos com os clientes e fortalecer os já existentes.

 

Imagem cortesia: Pixabay