Assumir riscos calculados é essencial para se conseguir algo notável.

A jornada de todo empreendedor começa com uma história, seja uma explicação sobre a superação de adversidades ou um momento de inspiração anedótica encontrado em uma situação improvável. Quando se aprofunda, ele descobre que essas histórias têm um ponto em comum: coragem.

Como você sabe se ser um empreendedor é certo para você? Para descobrir se esse é realmente o seu caminho, considere estas cinco perguntas:

 

1. Por que eu quero ser um empreendedor?

A jornada de cada empreendedor é única, embora haja certas qualidades, traços de personalidade e valores que os empreendedores compartilham. Portanto, a resposta a essa pergunta varia muito de pessoa para pessoa. Você procura por riqueza? Independência? Reconhecimento social? Legado? Uma combinação de todos os itens anteriores? Ou algo completamente diferente e único? Tire algum tempo e responda por si mesmo.

A maioria das pessoas assumiu riscos na vida e deu um salto de fé de uma forma ou de outra. Essas experiências anteriores podem ajudá-lo a encontrar a inspiração necessária para construir um negócio a partir do zero. Lembra daquele tempo no passado quando você era ousado e sonhava grande? Torne-se essa ousada e audaciosa versão de si mesmo novamente.

 

2. Qual é a sua história?

Todos adoram uma boa história. Como empreendedor, conhecer sua história ajuda você a estabelecer a credibilidade de sua marca. Ser autêntico e genuíno com relação à adversidade que você experimentou ajuda você a se conectar com seu público-alvo e a construir a reputação de sua marca.

 

3. Quais são seus valores?

Conhecer seus valores fundamentais e o que você representa como indivíduo pode ajudar a definir sua marca. Nossos valores nos dão um senso de propósito e direção, e podem eventualmente funcionar como uma âncora para o seu negócio. Quais valores estão na base da sua marca? Isso está devolvendo algo à comunidade? Capacitando os outros? Influenciando a geração mais jovem? Cultivando a criatividade? Pense bem sobre isso antes de começar.

 

4. Você está confortável com a ideia de estar desconfortável?

Os empreendedores devem estar dispostos a sair de suas zonas de conforto. Muitos empresários compartilham histórias sobre como essa ideia os motiva a aprender novas maneiras de fazer as coisas e aceitar os desafios. Uma vez que você aceite a noção de que estar desconfortável é bom, você pode superar sua ansiedade e diversificar suas experiências.

 

5. O que você quer deixar como legado?

Esta questão é mais sobre o fim do que o começo. Para alguns, a jornada empreendedora eé sobre deixar um legado, uma marca no mundo.

Muitas vezes pensamos em um “legado” como algo grandioso. Mas isso pode ser simplesmente a noção de tomar decisões e fazer escolhas que o seu futuro eu se orgulhará. Antes de embarcar em sua jornada como empresário, pergunte a si mesmo: O que é que eu quero dessa experiência? Qual é o objetivo final? Pensando nessa questão, você pode acabar percebendo que o reconhecimento social e o aspecto financeiro são peças menores do quebra-cabeça.

Por fim, saiba que os empreendedores devem ter um relacionamento saudável com o fracasso. O fracasso é como aprendemos e melhoramos. Este processo leva tempo, paciência e, acima de tudo, coragem.

 

Imagem cortesia: Pixabay