A inteligência emocional tornou-se um tópico movimentado por um bom motivo.

 

Nos últimos anos, a inteligência emocional, ou IE, tornou-se um tópico comum e popular entre gerentes e líderes. Como consultor que treina empresas de todos os tamanhos em liderança e habilidades pessoais, posso dizer-lhe que é de longe uma das áreas de desenvolvimento mais necessárias no local de trabalho de hoje, e especialmente entre a liderança. Mas o que é realmente a IE e por que é tão importante?

De acordo com Travis Bradberry, fundador do TalentSmart e autor do Emotional Intelligence 2.0, “Inteligência emocional é a capacidade de gerenciar a nós mesmos e nossos relacionamentos de forma eficaz” e “também é um indicador importante quando se trata de previsão de desempenho”. Os estudos atuais indicam que afeta o “desempenho” e sucesso em áreas como retenção de clientes, aumento de vendas, liderança, gerenciamento e tantas outras facetas. ”Com esses impactos observados, gerentes e líderes devem entender e melhorar sua IE para se beneficiar dos efeitos no local de trabalho.

Felizmente, isso pode ser dividido em dois componentes principais: consciência pessoal e consciência social.

 

Seja autoconsciente

 

Consciência pessoal, ou autoconsciência, implica estar atento às suas emoções e como você as expressa à medida que as situações surgem. Pessoas autoconscientes “estão comprometidas com seu próprio crescimento e desenvolvimento”, como postou o presidente da DevelopmenWORKS, John R. Stoker, no SmartBrief. Para ter autoconsciência, você deve estar disposto a realizar avaliações honestas.

No entanto, ter consciência de si não é apenas saber como você reage a determinadas situações e o que desencadeia suas respostas emocionais. É também sobre o uso desse conhecimento para controlar suas reações.

Controlar suas emoções não significa que você para de senti-las. Significa ser capaz de reconhecer que você está com raiva ou frustrado, entendendo que é inapropriado mostrar sua raiva e frustração em determinadas situações e permanecer calmo apesar de seus sentimentos interiores.

Também significa aceitar críticas, tanto negativas quanto positivas, e usá-las como base para melhorar e desenvolver a si mesmo. Esse feedback também pode ajudá-lo a avaliar a si mesmo e suas respostas emocionais.

Ser autoconsciente permite que você se comunique melhor. Como você pode controlar como reage a determinadas situações e pessoas, pode evitar conflitos desnecessários no local de trabalho ou mesmo em sua vida pessoal. Por exemplo, em vez de gritar e fazer uma cena, quando você sente que está ficando bravo ou frustrado, você começa a respirar fundo e relaxadamente, para poder ficar calmo e resolver o problema com calma. Isso permite que você evite escalar a situação.

 

Seja socialmente consciente

 

A consciência social refere-se à nossa capacidade de simpatizar com os outros. Em outras palavras, é nossa sensibilidade aos sentimentos e emoções dos outros, bem como nossa disposição de respeitar as perspectivas de outras pessoas.

Consciência social também significa ser honesto e respeitoso. Com o seu conhecimento de como as pessoas ao seu redor podem reagir, você poderá se preparar para as reações deles. Por exemplo, como gerentes e líderes, você precisará implementar mudanças em sua empresa em algum momento e pode prever que vários de seus funcionários reagirão negativamente a essas mudanças. Consequentemente, você também pode fazer planos para garantir que suas preocupações sejam atendidas, o que ajuda a evitar a maioria dos conflitos que surgem ao implementar mudanças.

Como a autoconsciência, sua consciência social também pode melhorar sua capacidade de comunicação – não apenas no trabalho, mas também nas conversas diárias.

Para aumentar sua consciência social, pratique observando as pessoas ao seu redor. Tome nota do que desencadeia suas respostas emocionais. Por exemplo, a maioria das pessoas começa a respirar pesadamente quando fica com raiva. Alguns podem ficar vermelhos, enquanto outros começam a franzir a testa ou a formar um vinco na testa.

Todos esses são indicadores de pessoas que podem ter uma resposta negativa às suas palavras ou ações ou à situação em que se encontram. Conhecer essas dicas permite que você tome medidas para garantir que, antes que elas atinjam o seu auge emocional, você difunda algumas, se não todas, as possíveis causas de sua resposta emocional.

Como gerente ou líder em qualquer capacidade no local de trabalho, o aprimoramento da sua IE vai melhorar as interações diárias entre os funcionários da sua operação. Um benefício de ter uma IA alta é desenvolver a capacidade de reunir um grupo de pessoas e fazê-las trabalhar juntas para alcançar um objetivo comum.

Como você entende as respostas emocionais deles, sabe o que dizer ou fazer para motivá-los a trabalhar mais e em equipe, em direção ao mesmo objetivo. E lembre-se de observar que ser autoconsciente e socialmente consciente também pode ajudá-lo a gerenciar seus relacionamentos pessoais, melhorando sua qualidade de vida dentro e fora do escritório.

 

Imagem cortesia: Pixabay