Ao construir sua equipe, não há nada mais importante do que contratar alguém que não só seja bom no que faz, mas que também consiga se encaixar de forma adequada com o resto de seus funcionários, clientes, fornecedores e parceiros. Um negócio não é nada sem seus funcionários, e identificar e reconhecer as melhores habilidades no momento da entrevista, para que assim possa agregar a sua equipe os melhores membros, ou quando providenciar um rearranjo de sua equipe, seja para uma nova função, mudança de setor ou de filial, é importante reconhecer os pontos que precisam de desenvolvimento em sua equipe, para que o novo membro agregue valores e conhecimentos de forma a estimular seu time a expandir habilidades. Eis cinco qualidades que devem ser procuradas durante uma entrevista de recrutamento interno ou uma contratação:

 

Adaptabilidade

 

O marketing digital é um campo acelerado. Você precisa estar constantemente evoluindo e pronto para pesquisar e aprender sozinho. Isso significa ter a mentalidade certa para querer aprender, mudar e colocar novas habilidades à prova e em prática. Se você não tem essa faísca e flexibilidade, não vai durar muito tempo no marketing.

 

Desenvoltura

 

O marketing é um ambiente acelerado. E quando você tem vários clientes e múltiplas responsabilidades, ser capaz de gerenciar seu tempo é essencial! Um bom colaborador terá habilidades comprovadas de gerenciamento de tempo e será capaz de realizar suas tarefas no tempo e com pouca supervisão ou nenhuma. Principalmente, não assumirá mais tarefas do que é capaz de gerir, de forma a cumpri-las com eficiência.

 

Um olho afiado para as pequenas coisas

 

Você quer alguém que esteja orientado por detalhes. Se está lendo um artigo 50 vezes, fazendo 20 revisões em um site ou simplesmente prestando atenção às cores e especificações do logotipo para uma amostra de um cliente, um bom colaborador é orientado por detalhes. Não importa as responsabilidades do cargo ou título da posição; os detalhes são cruciais para qualquer empresa. Os detalhes começam a ser percebidos no processo de contratação. Muitas vezes, durante a análise de um funcionário, você percebe em seus currículos e entrevistas erros gramaticais ou pior ainda, erros ortográficos. Estes devem ser descartados imediatamente. Se um potencial empregado não se preocupa o suficiente para colocar o seu melhor em um documento que será entregue a um futuro chefe possível, por que eles deveriam fazer parte de sua empresa?

 

Capacidade de ser multitarefa

 

A maioria das empresas atualmente está procurando alguém que não tenha medo de trabalhar fora de suas descrições de trabalho. A minha agência não é diferente. Trabalhamos para dividir silos entre departamentos para que nossos funcionários possam ter uma visão holística de todo o processo de marketing. Juntamente com isso, no marketing, cada cliente terá necessidades exclusivas para seus objetivos de negócios e você terá que aprender a atingir esses objetivos. Procuro contratações com capacidade para manipular tarefas de forma eficaz sem deixar nenhuma queda.

 

Flexibilidade para se adaptar ao novo ambiente

 

O ajuste cultural é crítico. Essa é a chave para ambos, como o novo colega interage com sua equipe, e como ele interage com clientes atuais e potenciais. Se uma pessoa não conseguir interagir com a equipe ou não puder lidar e gerenciar os clientes, é um sinal de que eles podem não funcionar com o trabalho a longo prazo. É importante que sua empresa utilize o período de avaliação para garantir que as novas contratações sejam flexíveis e adaptáveis. Durante este período introdutório, se parecer que o empregado não se encaixa na cultura da empresa, tem dificuldade em interagir com clientes ou talvez o empregado simplesmente não gostou do trabalho, é o melhor momento para dispensá-lo. Não se prejudique mantendo alguém que não poderá dar o melhor para a empresa.

 

Imagem cortesia: Pexels