É hora de fazer as malas e ir embora.

 

O mundo parece pequeno quando você fica no mesmo lugar por muito tempo. E se você pudesse viajar o mundo e trabalhar em seus termos sempre que quisesse?

Essa é geralmente a pergunta que gera uma grande bandeira vermelha e faz você desistir do último seminário ou esquema de workshop pelo qual você se apaixonou. Você provavelmente conhece o termo “nômade digital”, mas pense que ele é reservado para as principais estrelas do YouTube ou blogueiros com uma herança secreta que financie tudo. Os nômades digitais são um grupo ambicioso que adora viajar e trabalhar duro para tornar esse estilo de vida possível, realizando seu trabalho on-line.

A mistura de viagens e trabalho a preços acessíveis, enquanto se diverte e leva uma vida independente, não é um esquema de pirâmide – é você que dando rumo a sua vida de uma forma realista. Pessoas de todas as idades vêem esse estilo de vida como uma opção viável quando você não quer que esperar a aposentadoria para viajar e se divertir. De empregos remotos e vida autônoma ao empreendedorismo, veja como levar seu trabalho a qualquer lugar do mundo.

 

Trabalhos remotos

A internet agora está acessível na maioria das áreas do mundo e permite que os trabalhadores acessem o trabalho de qualquer lugar. Mais empresas contratam uma força de trabalho on-line para trabalhar em casa e concluir seus turnos. Nem todos os funcionários trabalham bem em cubículos, mas quando recebem a oportunidade de escolher seu espaço de trabalho, eles ainda se mostram como bons ativos da equipe.

Várias empresas contratam funcionários de call center, engenheiros, programadores, enfermeiros, professores, escritores, designers e muito mais para trabalhar remotamente. Alguns cargos exigem um espaço conectado à internet e um turno definido com treinamento em pessoa durante as primeiras semanas, mas muitos exigem apenas uma conexão de internet confiável e um smartphone. Desde que o produto de qualidade esteja dentro do prazo, você é livre para gerenciar seu equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal como preferir.

Muitos sites de busca de emprego também anunciam esses tipos de trabalhos. Basta digitar “remoto” ou “trabalhar em casa” na seção de localização. Procure nos sites das principais corporações por opções remotas em sua seção “trabalhe conosco”. Atreva-se a ajudar seu empregador a deixar você trabalhar em casa – ofereça-se para fazê-lo em uma base experimental para criar confiança.

 

O estilo de vida freelancer

O estilo de vida freelance pode abranger cerca de 50% da força de trabalho até 2027, e está se multiplicando. Muitos que lideram a vida nômade digital são freelancers e entre os autônomos, usando seus talentos em design, escrita, vendas e muito mais para ganhar a vida.

Para se tornar freelancer, escolha um nicho e uma especialidade pelos quais você tenha paixão e forneça uma lista de serviços. Você deve ter um portfólio para demonstrar suas habilidades e histórico de trabalho. Verifique com antigos contatos de negócios e aqueles dentro de sua rede para ganhar novos clientes. Entre em contato com empresas relacionadas para combinar forças e aumentar suas chances de conquistar clientes.

Quanto mais você lançar seus serviços, melhor resultados você conseguirá. Talvez você precise começar com taxas mais baixas do que gostaria ao criar seu portfólio, mas não subestime suas habilidades. Responsabilize-se pelos custos de suas taxas, para que você não acabe no negativo. Se lançar serviços como um escritor freelance, você deve demonstrar seu conhecimento sobre o assunto, fornecer um breve esboço de sua idéia e porque ele se encaixa no público-alvo. Acompanhe os editores nas mídias sociais porque às vezes eles postam uma chamada para artigos em um tópico relevante.

Em breve, você viajará para um destino desejado e verá vinte histórias em potencial enquanto está sentado em uma cafeteria. Quando seu trabalho o levar a um país estrangeiro, use uma empresa para gerenciamento de ativos para que você não tenha obrigações sobrecarregando você e atrapalhando suas metas de negócios e viagens. Você também pode apresentar negócios para resenhas e entrevistas em troca de ficar em um hotel ou experimentar seus serviços – mas permaneça ético a todo custo. Sua reputação e sustento dependem disso.

 

Empreendedores

Empreendedores nômades gostam de baseiar suas empresas em áreas como Colômbia, Tailândia ou Chiang Mai. Eles escolhem um prédio comercial acessível e têm mais tempo e dinheiro para alocar ao seu empreendimento.

Empreendedores criam novos aplicativos e negócios online. Eles podem se sustentar viajando misturando seus ofícios e com um serviço freelancer em meio expediente. Uma das maneiras mais rápidas de gerar uma lucrativa ideia de negócio é pensar em algo que te incomoda e oferecer uma solução. Você tem uma maneira de fornecer outra solução mais rapidamente ou melhorá-la? Obtenha feedback de clientes existentes e pesquise o que está por aí. Desenvolva um plano de negócios e comece.

 

Dicas para fazer a mudança

Quer você decida trabalhar remotamente, seja como freelancer ou empreendimentos, você também precisa criar estratégias para levar seu trabalho para a estrada. Você pode pegar e ir, deixando tudo se desdobrar com confiança nos deuses dos negócios e da prosperidade, mas a opção mais realista para o sucesso é planejar antes de fazer um movimento. Aqui estão algumas dicas para começar.

 

  1. Defina um tempo

Dê a si mesmo um tempo para se ajustar ao seu novo estilo de vida e faça os planos necessários. Você precisará de uma quantidade justa de clientes para pagar as despesas de volta para casa, seus impostos e suas viagens.

Ter um tempo de organização permite que você detecte incidentes com antecedência antes que eles aconteçam enquanto você estiver ausente e tenha mais dificuldade em resolver problemas de longe.

 

  1. Economize dinheiro

Comece a reservar dinheiro agora para trabalhar em direção aos seus objetivos. Inclua mini-metas, como obter seu passaporte, mas também adicione uma meta maior para ter uma rede de segurança caso você fique preso em um país estrangeiro apenas com um dinheirinho em seu nome.

 

  1. Proteja sua base de trabalho

Você vai comprar, alugar ou sentar em um espaço para fazer o seu trabalho? Alugar um espaço através de uma assinatura mensal ou anual é agora uma opção em muitas iniciativas de coworking.

Você pode compartilhar um espaço com outros empreendedores e freelancers e ter acesso a recursos de software e pequenas empresas que você pode não ter condições de pagar por conta própria, especialmente se precisar deles apenas em um negócio de curto prazo. Colabore para construir sua rede e lista de clientes.

Você também pode se acomodar em cyber cafés ou lanchonetes, mas observe suas despesas. Dois vafezinhos facilmente se tornam quatro, e seu pagamento acaba ficando por ali mesmo.

 

  1. Faça!

Depois de ter sua nova vida profissional e seu destino de viagem organizados, é hora de pegar a estrada e fazê-lo. Faça as malas e vá embora.

 

Faça o seu trabalho pelo mundo

Você está prestes a embarcar em um inesquecível estilo de vida nômade digital em que escolhe sua agenda e procurar um melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal. Levar o seu trabalho consigo para todo o mundo o levará a uma vida mais gratificante, repleta de trabalho de que você gosta e experiências poderosas.

 

Imagem cortesia: Pixabay