À medida que as vendas aumentam durante os feriados, também se elevam os casos de fraude. No ano passado, os casos de fraude de comércio eletrônico aumentaram em mais de 30% em relação aos demais feriados. Esses problemas podem gerar grandes perdas durante os feriados.

Um especialista em segurança virtual, gestor de uma plataforma de confiança que oferece um conjunto completo de produtos de prevenção de fraudes e abusos, disse que a  temporada de compras de férias é um dos tempos mais desafiantes para as empresas de comércio eletrônico devido ao considerável aumento na quantidade de fraudes. O volume global de transações aumenta, assim como as expectativas dos compradores para receberem seus produtos de forma rápida e eficiente; o que coloca um fardo nas empresas para analisar mais pedidos mais rapidamente. Pessoas fraudulentas aproveitam essa onda de atividade para tentar evitar serem descobertos.

Por esse motivo, é fundamental que as empresas saibam minimizar os riscos de fraudes, especialmente durante a temporada de férias. Saiba algumas das etapas essenciais para proteger seu negócio com essas dicas.

 

Como a fraude é cometida?

 

Antes que você possa esperar para combater a fraude, você precisa saber o que procurar. Existem alguns métodos comuns que os criminosos usam, como rejeitar compras feitas com informações financeiras roubadas. Proteger os dados confidenciais da sua empresa pode ser um passo importante para evitar os efeitos negativos dessas atividades fraudulentas.

Pessoas que desejam realizar fraudes utilizam de tecnologia sofisticada que disfarça sua identidade – como proxies de IP, emuladores de dispositivos móveis e identificação de identidade – e combina-os com bots; além de saberem como automatizarem seus computadores para promover ataques. Eles utilizam informações que podem ser encontradas na deepweb, desde pacotes de números de cartões de crédito roubados até senhas e perguntas de segurança, para segmentar as empresas de comércio eletrônico durante as horas mais movimentadas do ano.

 

Procure anomalias comportamentais

 

Uma das maiores formas de proteger o seu negócio é procurar algo que seja especialmente fora do comum.

Alguns dos sinais de alerta tradicionais de fraude incluem pedidos de alto valor, compra de itens de grande volume, várias transações em um cartão que vão para diferentes endereços de remessa e compras grandes quantidades de um único item popular.

 

Use um sistema de prevenção de fraude

 

No entanto, os feriados são muitas vezes um momento em que essas anomalias ocorrem mesmo sem qualquer tipo de fraude. Então você não precisa prestar atenção nas evidencias de uma possível fraude. O valor médio do pedido sobe, e você vê mais pessoas enviando presentes para locais distantes. É por isso que recomendamos a integração de um poderoso sistema de prevenção de fraudes. Alguns programas conseguem avaliar vários sinais em tempo real fornecem uma defesa forte para lidar com esses padrões de fraude matizada.

 

Verifique alguns casos manualmente

 

Haverá algumas situações em que você não pode determinar se você está lidando com fraude ou uma venda real, a menos que você fale com o comprador.

Para casos que se parecem mais com “áreas cinzentas” em que você realmente não tem certeza se um pedido é fraudulento ou não, você sempre pode verificar manualmente, ligando ou enviando um e-mail para o usuário para se certificar de que é realmente eles.

 

Não afaste clientes reais

 

Também é importante durante esta estação movimentada que você não fique tão desligado na prevenção de fraudes que acabe afastando os clientes reais. Seja razoável sobre os recursos de segurança que você criou para que você não faça o processo de compra muito difícil ou demorado.

Certifique-se de que você não está sendo tão cauteloso sobre a prevenção da fraude que você acidentalmente está afastando boas compras! Enquanto a fraude é definitivamente prejudicial, pode ser ainda mais caro bloquear um bom cliente. Os compradores de fim de ano não têm paciência para percorrer um monte de verificações de segurança apenas porque estão enviando um suéter para o tio no Japão.

 

Imagem cortesia: Pixabay