Tudo o que necessário é seguir três diretrizes cruciais.

 

É o sonho, não é? Todos queremos acordar animados na segunda-feira, aproveitar o trabalho que fazemos e voltar para casa revigorados para fazer tudo novamente no dia seguinte. A resposta óbvia é transformar seu hobby – a paixão que você já tem – em uma carreira ou negócio, em sua principal fonte de renda. Se você fizesse isso, trabalhar e se divertir se tornaria o mesmo. Você apreciaria sua segunda e sexta-feira tanto quanto o fim de semana e sua vida inteira giraria em torno de fazer as coisas que você naturalmente gosta de fazer.

Pelo menos, essa é a ideia. O único problema é que, como concluiu um colaborador da YourStory, “quando esse hobby se torna um trabalho, torna-se muito tedioso e você não o desfruta tanto quanto quando era apenas um hobby”. Mas, eu discordo. Acredito que você pode transformar seu hobby em uma carreira ou empresa sem perder sua paixão. Aqui está como.

 

  1. Persiga todas as pistas que surgirem.

 

Não existe um sonho ruim, especialmente quando você está começando. E o melhor caminho – o único caminho – para transformar sua paixão em seu trabalho é encarar todas as ideais que aparecerem no seu caminho.

Considere Sarah Riccio, escritora e membro da equipe da Sleepopolis, um site de revisão online para a tecnologia do sono que ajuda o público a dormir melhor. “Quando achei a lista de vagas como escritora da Sleepopolis”, explicou-me Sarah no telefone, “Eu estava trabalhando como garçonete de bar, lutando para encontrar meu lugar na cidade grande.”

Quando ela descobriu a oportunidade, ela pensou que poderia ser bom demais para ser verdade. Nas palavras dela: “Eu tinha certeza de que o pedido de um ‘amante carismático do sono’ que quisesse testar travesseiros pessoalmente na frente de uma câmera era o código do Craigslist para ‘Procurando uma moça para posar sugestivamente no colchão’”. Mas ela foi em frente e decidiu tentar de qualquer maneira. “O que eu tenho a perder?” ela pensou consigo mesma. Claro, a pista dela era um pouco estranha e pouco clara, mas ela a seguiu independentemente, e agora, Sarah explica: “Sou especialista em roupas de cama, que explora meus dois hobbies favoritos todos os dias: escrever e dormir.”

 

  1. Nunca pare de inovar.

 

Quando seu hobby se torna sua carreira, talvez a maneira mais fácil de manter sua atitude apaixonada seja continuar aprendendo, dominando e inovando. Afinal, isso é o que normalmente mantém uma pessoa interessada em seus hobbies – o fato de que há uma quantidade infinita para aprender e dominar.

Jeff Bezos, um forte defensor de seguir e monetizar suas paixões, acredita que suas paixões, se aproveitadas, podem impulsionar a inovação no local de trabalho. Ele explica: “A invenção ocorre de várias formas e em várias escalas. As invenções mais radicais e transformadoras são frequentemente aquelas que capacitam outras pessoas a liberar sua criatividade – a perseguir seus sonhos.”

Em outras palavras, inovar constantemente não apenas o manterá apaixonado pelo hobby que você monetizou, como também o tornará um trabalhador mais eficaz e com visão de futuro.

 

  1. Coloque seus próprios projetos em primeiro lugar.

 

Quando um hobby é apenas um hobby, é tudo divertido. Você faz isso porque ama fazer, não porque precisa fazê-lo. Mas quando esse hobby se torna um trabalho, você precisa trabalhar nele, independentemente de como se sinta. A boa notícia é que você pode manter sua paixão interior por seu hobby monetizado com um pouco de intencionalidade.

Mike Blankenship, escritor freelancer e proprietário do Get Your Gusto Back – um blog que visa ajudar as pessoas a recuperar sua alegria infantil – tem uma paixão pela escrita e pelo autodesenvolvimento. E ele me disse que garantir que seus próprios projetos viessem antes do trabalho do cliente o ajudaria a manter sua paixão por sua carreira baseada no hobby.

“Para ter certeza de que continuo me envolvendo com minhas paixões, começo todos os dias trabalhando em meus próprios projetos, seja lá o que for naquele momento”, ele elabora. “Não trabalho em projetos de clientes até a tarde de cada dia, priorizando meus próprios projetos e paixões antes de qualquer outra coisa. Ironicamente, quando faço isso, geralmente também faço um trabalho melhor para meus clientes, porque comecei o dia com algo que me excita”.

 

Parece um sonho tornado realidade.

 

Imagem cortesia: Pixabay