Uma das escolhas mais importantes no início da carreira no ramo dos negócios está em decidir se você prefere ser um funcionário ou pretende ser o dono da empresa. Não se engane: trabalhar por conta própria nem sempre significa montar um novo negócio. Nem sempre se têm em mãos a quantidade de dinheiro necessária para se começar do zero, ou mesmo conhecimento a respeito, para saber por onde começar.

Você já considerou uma terceira opção? Comprar um negócio já existente pode ser uma possibilidade. O termo utilizado para isto é “empreendedorismo por compra”, e tem sido utilizado para designar pessoas que desenvolvem seus negócios de forma estável através da compra e venda de empresas consolidadas, que possuam um rendimento bruto fixo, pois estas empresas são as que mais atraem investidores e banqueiros, já que tendem a ter menos riscos de perdas. Este tipo de negócio (que pode até ser descrito como maçante) tende a gerar ganhos fixos mensais.

 mark-516277_1920

O que torna um negócio sólido?

Ter uma base fixa de clientes é essencial para a estabilidade e viabilidade de qualquer empresa a longo prazo, pois uma rápida expansão da cartela de clientes nem sempre significa a fidelização dos mesmos. Em sua análise, compare empresas que possuem clientes leais e as que tiveram um crescimento recente e inesperado. Veja as estatísticas, não apenas do negócio que deseje comprar, mas também pela perspectiva do cliente individual. O cliente é sempre o mesmo, ou muda com frequência? Esta mudança, por mais que inicialmente soe irrelevante, demonstra que a empresa ainda não se firmou no mercado, ou seja, não alcançou um nicho de clientes específicos; e portanto, pode vir a perde-los com facilidade.

Portanto, uma das coisas a se procurar é um padrão de crescimento lento e contínuo. Percebe-se que em empresas que possuem esta característica, a habilidade em lidar com as crises torna-se mais do que em comparação às que obtiveram um crescimento vertiginoso; e que também sabem lidar com questões do manejo diário empresarial, como transporte e logística.

Com isto, não queremos dizer que você necessariamente precisa começar em uma empresa do zero, afinal isto também envolve uma série de riscos, como, por exemplo, a construção de uma cartela de clientes do zero, adaptações na rotina empresarial, treinamento de equipe… coisas com as quais você precisará dedicar tempo, dinheiro e atenção nos estágios iniciais.

Comprar uma empresa estabelecida pode significar (ou não) apenas a realização de ajustes para a nova dinâmica, aproveitando-se da estrutura, funcionamento, funcionários e clientes já fidelizados anteriormente.