As estratégias a seguir ajudarão você a criar anúncios que fazem os clientes em potencial clicarem e comprarem.

 

Todo mundo vê milhares de anúncios todos os dias, por isso é difícil superar a desordem e chamar a atenção de alguém. Você precisa interromper o padrão de pensamento do espectador sem ser irritante. Se você despertar o interesse deles, eles clicarão no seu anúncio para saber mais. Se você não prender a atenção deles em um segundo ou dois, eles seguirão em frente e poderão subconscientemente bloqueá-lo no futuro. É por isso que você precisa planejar cuidadosamente suas campanhas de publicidade do LinkedIn para aproveitar ao máximo seu investimento.

A chave para criar anúncios online bem-sucedidos é se colocar no lugar das pessoas que estão lendo seu anúncio. Imagine como eles estão se sentindo. Encontre seus pontos de tensão. Entenda por que eles estão frustrados. Depois de entrar na cabeça deles, você pode escrever anúncios que imediatamente atrairão a atenção e os deixarão confortáveis com você e com seus produtos.

O título e a imagem são os fatores mais importantes em seu anúncio. A maioria dos especialistas em publicidade online diz que o título pode representar até 90% da sua taxa de conversão. Se você não chamar a atenção dos usuários com um título atraente ou uma imagem atraente, eles nunca lerão o resto do anúncio, muito menos clicarão nele.

Existem cinco fatores principais que podem tornar seus títulos mais clicáveis. Nem todas resultarão em cliques nos anúncios do seu produto ou serviço, por isso você precisa testar para ver quais convertem melhor para você. Eles são:

  • Curiosidade: Se você começar seu título com frases como “Como eu consegui isso …” ou “Como eu fiz isso…”, os leitores ficarão curiosos e desejarão ler o título inteiro.
  • Benefício: Ao fornecer um benefício claro em seu título, você está sugerindo que as pessoas aprenderão algo novo que pode dar a elas uma vantagem competitiva. Eles clicarão no seu anúncio para descobrir mais.
  • Emoção: As pessoas respondem a certas palavras, especialmente quando elas desencadeiam uma emoção. As palavras certas farão com que as pessoas cliquem nos seus anúncios.
  • Credibilidade: A maioria das pessoas gostam de ideias tangíveis porque são familiares e fazem sentido. Quando você ouve “1 + 1 = 2”, isso é tangível, porque você sabe que é verdade. Quando você ouve “Qual é o tamanho do espaço?”, não se sente confortável porque não há uma resposta definitiva.
  • Expectativa: É importante definir expectativas razoáveis em seu anúncio e não exagerar.

 

Crie títulos fortes

Os principais redatores sugerem que você se sente com um bloco de papel e comece a escrever títulos até ficar sem ideias. Basta escrever tudo o que vem à mente. Não pare até ter pelo menos 30. A maioria deles será terrível, mas ao fazer um esvaziamento completo do cérebro, você terá alguns bons para testar.

Outra ótima maneira de obter ideias de títulos é ir até a livraria mais próxima ou supermercado e conferir as revistas. Sua livraria local terá enormes prateleiras cheias de centenas de revistas em cada nicho – ou você pode pesquisar online. Anote as manchetes e resumos de artigos que chamam a atenção e usam palavras similares para criar títulos atraentes para seus anúncios do LinkedIn.

Todos os redatores têm o que é conhecido como um arquivo de furto, onde eles salvam artigos, manchetes de revistas e jornais, e mala direta que eles usam como fonte de ideias para seus próprios anúncios. Esses anúncios que você recebe no correio todos os dias são ótimas fontes para manchetes e textos publicitários. Crie uma pasta de arquivos onde você pode salvar títulos e artigos que chamaram sua atenção. Quando estiver pronto para escrever novos anúncios, leia os recortes que coletou e, em seguida, tente fazer um brainstorming – seu cérebro está repleto de ideias do arquivo, por isso você deve conseguir gerar de 30 a 50 títulos em pouco tempo.

 

O poder das imagens

Imagens em publicidade são tão poderosas quanto seu título. Geralmente, a imagem pode ser o aspecto mais importante do seu anúncio, dependendo do que você está promovendo. A seleção da imagem certa para o seu anúncio pode ser de até 70% do motivo pelo qual alguém clica nele. Sua imagem fará com que seu anúncio se destaque no LinkedIn e prenda a atenção do espectador. A imagem escolhida deve ser relevante para seu anúncio e sua oferta. O engano pode chamar a atenção dos espectadores e fazer com que eles cliquem no seu anúncio, mas eles rapidamente ficarão desapontados se sua oferta não corresponder à imagem.

Imagens de uma pessoa real, do pescoço para cima, convertem melhor no LinkedIn. Você não quer usar fotos casuais de uma pessoa no jogo de beisebol ou fazendo caretas. Você está direcionando pessoas profissionais em um site de negócios, então escolha fotos apropriadas.

 

Segmente seus anúncios

Um dos recursos mais poderosos da publicidade do LinkedIn é sua capacidade de segmentar o público a quem seus anúncios serão exibidos. Você pode criar anúncios muito específicos para dados demográficos ainda mais específicos, por isso sua taxa de resposta aumenta drasticamente. Uma campanha de publicidade bem planejada do LinkedIn inclui o rastreamento de seus resultados para que você saiba quais anúncios e informações demográficas de segmentação funcionam melhor para você. Muitos anunciantes não aproveitam os recursos de segmentação do site, exibindo todos os seus anúncios em todos os títulos de trabalho. Criar anúncios específicos e relevantes e exibi-los para o público-alvo adequado aumentará significativamente sua taxa de conversão e, ao mesmo tempo, reduzirá seus custos com publicidade.

Você pode segmentar seus anúncios do LinkedIn com base em um ou em todos os seguintes critérios:

  • Função de trabalho
  • Título do trabalho
  • Empresa
  • Setor
  • Tamanho da empresa
  • Localização
  • País

Serão necessários alguns testes para determinar a segmentação perfeita para seus anúncios, mas, depois que você identificar o perfil de seu cliente ideal, seus anúncios gerarão leads e vendas consistentes para sua empresa. Seja paciente, teste suas campanhas de publicidade e avalie seus resultados para saber quais campanhas estão totalmente otimizadas.

 

Imagem cortesia: Pixabay