Ter um trabalho secundário pode ser bom para ter um dinheiro extra, mas ainda está muito longe da experiência de operar um negócio completo. 

 

Todo aspirante a empreendedor sonha em ser um empresário de sucesso. Se você pode se ver nesse papel, você provavelmente já tem um trabalho secundário. 

Embora seja uma jornada empolgante e recompensadora, um trabalho secundário pode na verdade atrapalhar seu sucesso. Se atualmente você está gastando horas em noites aleatórias durante a semana e trabalhando duro no fim de semana, isso pode estar, infelizmente, atrasando sua oportunidade de desenvolver um negócio real. Se você quiser levar seus objetivos de negócios acima e além de um pouco de dinheiro extra, veja por que você precisa abandonar essa mentalidade. 

 

  1. Você não está realmente operando um negócio verdadeiro

Muitos empreendedores, assim como você, gostariam de deixar seus empregos no escritório para trás. O único problema é que eles não estão fazendo isso. Quando você tenta começar a desenvolver seu próprio negócio com um trabalho paralelo, você não está operando um negócio completo. Como você pode estar quando já tem um emprego de segunda a sexta-feira, trabalhando para outra pessoa? Você não está investido em seu crescimento a longo prazo. 

 

  1. Há apenas 24 horas em cada dia

Um trabalho secundário vai te tomar tempo, simples assim. Se você já está trabalhando em um emprego em tempo integral, o gerenciamento de tempo se torna um problema sério. Este efeito pode afetar sua vida pessoal e, infelizmente, muitos aspirantes a empresários se esgotam antes mesmo de começar. 

 

  1. Esses trabalhos são mais difíceis de escalar

Você geralmente ouve falar de empresas que encontram sucesso instantâneo, mas o que você não vê é a quantidade de trabalho necessário para alcançar esse crescimento aparentemente instantâneo. Para escalar, você precisa gastar um tempo significativo planejando, monitorando e realizando ações reais. Infelizmente, os trabalhos secundários são limitados ao quanto você pode investir neles sem enlouquecer, e muitas vezes atingem um certo patamar e o negócio acaba preso a uma rotina. 

 

  1. Você provavelmente está acumulando dívidas

Para um negócio crescer, você precisa investir em sua estratégia de crescimento. Se você precisa desenvolver um produto, viajar para convenções ou terceirizar tarefas críticas, tudo isso custa dinheiro. No entanto, quase 70% das pessoas iniciam um trabalho secundário por razões financeiras (ou seja, para pagar suas dívidas pessoais). 

Claro, você pode passear com cães depois do trabalho para ganhar algum dinheiro extra, mas isso não é um negócio. Se você quer desenvolver um negócio verdadeiro, precisará investir tempo e dinheiro para lucrar. Não gaste dinheiro em novos materiais de escritório, uma tonelada de material de marketing ou qualquer outra despesa significativa até que você realmente tenha demanda. Você só vai acabar pior do que você estava quando você começou. 

 

  1. Você não está “presente” todos os dias

Empresas decolam por causa das pessoas por trás delas. Claro, um ótimo produto se venderá, mas um produto não é um negócio. Se você não está acordando todas as manhãs pronto para conquistar sua lista de tarefas em evolução – e está indo para o seu emprego em tempo integral atual – você não verá crescimento. 

Se você não for realmente agressivo, construir sua marca e seus negócios diariamente, provavelmente estará na zona de diversão. Se você permanecer no emprego que lhe oferece segurança, você nunca estará totalmente investido em sua empresa em crescimento. 

 

Há uma razão pela qual 50% das pequenas empresas falham no quinto ano. De fluxo de caixa ruim a uma falta de gerenciamento adequado, a questão principal é a falta de investimento, tanto em termos de tempo quanto de dinheiro. 

 

Imagem cortesia: Pixabay