Apenas considerar as consequências de curto prazo não é o caminho para construir um negócio.

 

Quando se trata de tomar decisões financeiras no seu negócio, há um caminho certo e um caminho errado. O problema é que a maioria dos empreendedores faz tudo errado sem nem mesmo saber que o que afeta suas finanças de curto prazo geram um impacto de longo prazo ainda maior.

Esta questão gira em torno de um processo de três etapas que a maioria dos empresários atravessa, mas com as quais você não terá que lidar depois de ler este artigo. No entanto, antes de chegarmos a isso, imagine primeiro este cenário em que você, sem dúvida, se encontrou muitas vezes antes:

 

  • Você está em uma ligação de vendas com alguém e está pronto para investir no seu negócio.
  • Depois de esclarecer sua duvida, a outra pessoa diz que isso vai custar R$ 10.000.
  • Você diz que vai pensar sobre isso e deixá-lo saber amanhã.
  • Você deixa a ligação e se pergunta se esse é um investimento digno.
  • Você decide que é, mas não tem 100% de certeza e verifica seu saldo bancário.
  • Você, então, verifica sua folha de projeção para o quanto você fará nos próximos 30 dias.
  • .. você deixa seu instinto tomar sua decisão por você!

 

Dependendo de como você se sente nesse dia em particular, isso determina se você diz sim ou não, e embora seu “instinto” possa estar certo, deixar que ele tome suas decisões por você não tem nada a ver com a decisão “certa”.

E é aí que está o seu maior problema.

O maior erro financeiro cometido por um empreendedor é que ele toma decisões emocionais. Você passa por uma situação como a acima e segue o processo de três etapas em que você analisa:

  • Quanto dinheiro está na sua conta bancária
  • Quanto dinheiro está entrando em sua empresa nos próximos 30 dias
  • Como você está se sentindo naquele momento?

 

A partir disso, você toma sua decisão. Às vezes, acaba sendo uma decisão estúpida e, às vezes, acaba sendo uma boa decisão. O problema é que, desde que você baseie sua decisão nessas três informações, deixa muito do resultado para o acaso.

Isso geralmente significa que você gasta dinheiro quando não precisa e não gasta quando deveria.

Isso resulta em pensamento de curto prazo, agilidade de curto prazo e construção de negócios de curto prazo que impedem que você atinja os níveis que poderia (e deveria). Tudo porque você toma decisões financeiras emocionais, em vez de decisões racionais e corretas.

 

Veja como conseguir sucesso financeiro.

Se você quer saber como alcançar o sucesso financeiro, a resposta é simples: tome boas decisões.

Até que você o faça, você baseará seu sucesso no acaso. Não é isso que os empreendedores de sucesso fazem. Os empreendedores bem-sucedidos removem suas emoções do processo de tomada de decisão e, ao contrário, têm uma compreensão clara de suas projeções financeiras e de sua geração de leads. É vital que você tenha uma compreensão clara de ambos.

Você não pode basear suas decisões apenas no dinheiro que vai fazer nos próximos 30 dias. Suas projeções financeiras precisam ir além disso para que você possa apreciar o que virá nos próximos 60 dias, 90 dias ou mais.

Não é dizer que sua situação de caixa a curto prazo não é importante, mas não é a única coisa que você deve entender e verificar. Você precisa pensar mais e mais, porque o pensamento de curto prazo tende a levar a um crescimento mínimo.

Além de suas projeções financeiras, você precisa ter um entendimento claro de sua geração de leads e de quanto tempo leva para transformar um lead em um cliente (bem como o valor desse novo cliente). A geração de leads é a força vital do seu negócio, e quanto mais você entende quem está chegando e quanto tempo leva para se tornar um cliente, melhores decisões você pode tomar.

Juntas, essas duas informações (projeções financeiras e geração de leads) permitem que você tome decisões racionais com base no que você pode pagar, quando pode pagar e se vale a pena investir.

Seu instinto ainda tem uma palavra a dizer, mas não é mais a voz mais alta.

 

Pare de tratar seu negócio como uma viagem a Las Vegas.

Quando você toma decisões financeiras emocionais, você trata o seu negócio como uma viagem a Las Vegas. Você deixa as coisas ao acaso e espera o melhor, o que significa que é improvável que você aumente seus ganhos de seis para sete digitos.

Em vez de confiar em seu instinto, confie em sua planilha financeira e projeções. Em vez de olhar para sua conta bancária, veja sua capacidade de gerar leads e dinheiro. Faça isso e você vai evoluir de uma mentalidade de escassez para uma de abundância. Você logo perceberá o impacto que pode criar e o dinheiro que poderá ganhar, e começará a investir naquilo que precisa, em vez do que acha que precisa em qualquer dia.

A boa tomada de decisões financeiras é fundamental para você escalar de seis para sete dígitos, portanto, assuma agora o controle de suas decisões!

 

Imagem cortesia: Pixabay