Todo negócio envolve tarefas tediosas, mas indispensáveis. Esses são os melhores para terceirizar.

 

A terceirização não é uma nova tendência – mas o que e porque as empresas estão terceirizando está mudando.

Em sua Pesquisa de Terceirização Global de 2018, a Deloitte chegou a ponto de descrever a terceirização tradicional, como a mudança de fabricação no exterior, como “morta”. Em seu lugar, o relatório mostrou que “a terceirização disruptiva” está em ascensão.

O que exatamente é a terceirização disruptiva? É uma forma de terceirização de processos de negócios focada especialmente em inovações operacionais avançadas. A maioria das empresas envolvidas em terceirização disruptiva o faz para não cortar custos, o que, segundo a Deloitte, já foi o principal motivo da terceirização, mas para criar uma vantagem competitiva por meio da agilidade organizacional.

As melhores funções de negócios para terceirização inovadora compartilham algo em comum: elas são tediosas, mas também são essenciais na economia moderna. Terceirize as seguintes funções para gastar mais tempo na competência principal da sua empresa:

 

  1. Processamento de pagamento

Todo mundo gosta de receber o pagamento, mas poucas pessoas gostam de fazer o trabalho pesado de faturar clientes, perseguir pagadores atrasados e processar pagamentos. Mas o processamento de pagamentos não é apenas uma dor de cabeça: a pesquisa da Tungsten Network mostra que a média de negócios desperdiça 6.500 horas por ano, ou mais de US $ 170.000, com práticas de pagamento ineficientes.

 

  1. Recrutamento

Quando se trata de contratações técnicas, em particular, o recrutamento tende a ser caro e demorado. Embora a métrica depende muito do tamanho da empresa, do número de contratações e dos papéis em questão, a Diretora de Negócios da Worky, Lacey Brandt, sugere um custo médio por contratação de US $ 3.000 a US $ 5.000.

Para reduzir os custos de recrutamento, recorra a uma plataforma de aquisição de talentos baseada em inteligência artificial como a Stellares. Usando modelos de processamento de linguagem natural e aprendizagem profunda, a plataforma lê descrições de cargos, combina candidatos com empresas, lança a oportunidade de talentos de maneira personalizada e apresenta pessoas que se encaixam holisticamente no cargo. Em 60% dos casos, a empresa afirma que os recrutadores corporativos usam a plataforma da Stellares para atender a 60% do talento que ela introduz.

 

  1. Compras

Para os novos empreendedores, a compra pode soar como a função mais fácil dos negócios: quanto custa comprar algo? A maioria das transações B2B, no entanto, representa o número de horas de comunicação, logística e construção de relacionamento. Sem interações personalizadas, por exemplo, cerca de dois terços dos compradores empresariais procurarão em outro lugar.

As organizações de compras em grupo, como a UNA, não apenas reduzem os custos de trabalho dos empresários, mas também economizam dinheiro para seus membros, de 80% em material de escritório e de 15% a 20% em categorias como transporte e limpeza.

 

  1. Inovação de produtos

As empresas estão cada vez mais procurando fora de seus muros por algo antes visto como uma necessidade interna: a inovação de produtos. Talvez de forma contra intuitiva, as empresas externas muitas vezes inovam as equipes de produtos das próprias empresas, porque a inovação disruptiva exige enxergar problemas com novos olhos.

Embora seja ideal fazer parceria com um inovador em seu próprio setor, essas empresas tendem a usar outro nome: concorrentes. Em vez disso, procure um com experiência em vários domínios e tipos de tecnologia. O grupo de inovação digital Cie Digital Labs, por exemplo, abordou tudo, desde o programa de fidelidade de um centro de viagens nacional até o aplicativo digital de um fornecedor nacional de piscinas.

 

Nenhum negócio é bom em tudo, mas a economia de hoje deixa pouco espaço para aprender no trabalho. Em vez de lutar com tarefas fora de sua competência principal, atenha-se ao que você é melhor e terceirize o resto.

 

Imagem cortesia: Pixabay