Quando você procura novas maneiras de exibir sua empresa para os clientes, há uma opção que talvez você não tenha considerado. É chamado marketing de parceria.

O marketing de parceria é uma colaboração entre duas ou mais empresas com o objetivo de criar uma campanha de marketing mutuamente benéfica que ajude todos os envolvidos a alcançar seus objetivos de negócios.

Não é incomum para as pequenas empresas lutarem com seus esforços de marketing, pois elas simplesmente não têm tempo, dinheiro ou recursos para se dedicar ao marketing que precisam para crescer. Em vez de ser um “show de um homem só”, ao trabalhar com outra empresa ou grupo de negócios em uma estratégia ou campanha de marketing específica, o marketing de parceria pode ser uma maneira econômica de aumentar a visibilidade da marca e a aquisição de clientes.

Se você está pensando em embarcar em marketing de parceria para sua pequena empresa, dê uma olhada em alguns dos prós e contras dessa forma colaborativa de marketing e como você pode começar a participar dessa estratégia.

 

Os Prós

Ao trabalhar com outra empresa para promover sua marca, o marketing de parceria traz vários benefícios. Veja:

 

É rentável

Uma das maiores vantagens é que seus esforços de marketing são mais econômicos e eficientes, já que você está efetivamente dobrando o seu poder humano sem ter que assumir as despesas das formas tradicionais de marketing.

Um exemplo disso pode ser o cabeleireiro local que comercializa seus serviços em um salão de bronzeamento nas proximidades. Da mesma forma, o cabeleireiro promove igualmente o salão de bronzeamento em sua loja. Ambas as empresas estão, portanto, ampliando seus esforços de marketing e alcançando novos clientes além de seus próprios salões, sem qualquer despesa com publicidade.

 

Cultive relacionamentos positivos de longo prazo

Em vez de competir entre si, o marketing de parceria ajuda a desenvolver e manter relações positivas de longo prazo entre as marcas, que podem ajudar umas às outras.

 

Por exemplo, se uma confeitaria está querendo investir em um novo tipo de bolo mais saudável, um clube esportivo local pode permitir que os empreendedores montem um estande e ofereçam brindes e uma prova para os espectadores durante um evento que está acontecendo ali.

O “favor” poderia ser retribuído pelos confeiteiros, que entregariam panfletos a todos que compram seus bolos, promovendo sessões gratuitas de ioga para os novos sócios do clube esportivo. Não apenas as marcas trabalham positivamente umas com as outras, mas os clientes adoram receber brindes e produtos de marca compartilhada.

 

Os contras

Embora o marketing de parceria possa ser benéfico para todos os envolvidos, há sempre algumas desvantagens.

 

Desentendimentos potenciais

Uma desvantagem de criar parcerias estratégicas de marketing é o potencial de desentendimentos entre as duas empresas. Isso pode acontecer se você ou seu parceiro se envolver em campanhas ou iniciativas que uma das partes provavelmente não apoiará. Desacordos também podem ocorrer se uma das partes decidir que a direção não é a certa para eles.

Para evitar essas disputas, é importante que as campanhas de marketing de parceria sejam claramente mapeadas desde o primeiro dia e que todas as partes envolvidas saibam que, se uma direção ou iniciativa não for a certa para elas, elas não precisarão ser envolvidas.

 

Partilha de lucros

Algumas empresas concordam com a participação nos lucros ao formar parcerias de marketing, em que compartilham os lucros obtidos por campanhas conjuntas. No entanto, a participação nos lucros pode ser desanimadora quando se trata de se preparar para parcerias. Você terá que perder alguns dos seus ganhos ou, o que parece ser ainda pior, dar tudo isso para a empresa com a qual você fez a parceria.

Nesse sentido, seria mais prudente manter a parceria em uma forma livre de marketing mutuamente benéfico, em vez de criar cláusulas mais complexas de participação nos lucros.

 

Como encontrar e criar parcerias estratégicas de marketing

Se você está querendo aproveitar as oportunidades únicas que essa forma econômica de marketing pode trazer para sua pequena empresa, considere esses pontos.

 

Idealmente, o negócio com o qual você faz parceria não deve ser um concorrente direto. As parcerias de marketing mais eficazes são feitas com empresas que se complementam, por exemplo, uma florista em parceria com um organizador de casamentos ou um redator de propaganda em parceria com um web designer. Ao fazer uma parceria com uma empresa que tenha interesses e públicos-alvo semelhantes ao seu, você garantirá que seus esforços de marketing atinjam o mercado-alvo certo para o seu próprio negócio.

A parceria com uma empresa que é especialista em marketing também ajudará você a aproveitar melhor seus esforços. Por exemplo, as pequenas empresas que fazem parceria com uma empresa que tenha uma compreensão de como otimizar as operações de marketing de mídia social serão mais eficazes em termos de custo e eficiência do que em parceria com uma empresa com pouca ou nenhuma perspicácia de marketing de mídia social.

O negócio que você escolhe para formar uma parceria deve, idealmente, ter um público considerável. Por exemplo, se eles têm uma grande quantidade de seguidores nas redes sociais ou em uma lista de e-mails significativa, de modo que suas mensagens de marketing sejam entregues a um público tão amplo quanto possível.

Quando feito corretamente, o marketing de parceria pode ser uma maneira extremamente eficaz para a sua pequena empresa alcançar novos clientes e, finalmente, crescer em tamanho e lucros.

 

Imagem cortesia: Pixabay