Com o novo ano, o cenário parece se tornar propício a buscar novas oportunidade de emprego.

Isto é o que você não deve fazer durante sua busca de emprego em 2018.

 

Alardear a sua idade

 

Não dê a ninguém uma razão para duvidar de suas habilidades.

Um ghostwriter experiente indica que você não deve incluir “identificadores de idade” em seu currículo ou página do LinkedIn. Não liste as posições que você teve há muito tempo, e deixe de lado as datas de formatura. Por mais que não devesse, a discriminação da idade existe, e você, pelo menos, quer pegar o pé na porta para uma entrevista para que eles possam ver o quão incrível você está criando idade irrelevante.

 

Não seja seu próprio herói

 

Algumas pessoas gastam uma energia preciosa assegurando-se que se o caminho que estão traçando está demorando mais tempo do que você espera, é porque não está fazendo as coisas bem o suficiente, e este é um problema de dimensões imensas. Quando você para de acreditar em si mesmo, você está com problemas. Não busque tomar uma decisão, como tomar uma posição em que se sinta desconfortável ou voltar para a escola simplesmente por medo. Em vez disso, lembre-se de todas as razões pelas quais talvez você não está recebendo uma ligação que não tenha nada a ver com você (como se você estivesse se candidatando a papéis que você realmente não está qualificado).

 

Seja muito direto em sua pesquisa de emprego

 

Você pode até não perceber que está limitando suas opções.

A grande questão é: trabalho que procura apenas pelo título do cargo, não é ideal a seguir.

Embora você possa se identificar com um título específico, cada empregador pode ter um título diferente para as mesmas funções de trabalho. Quando você se concentra apenas em títulos de trabalho, você estreita sua pesquisa de perto e pode perder oportunidades que seriam uma combinação perfeita para sua experiência. Em vez de se concentrar no título do trabalho, considere procurar por indústria e flexibilidade desejada. Você também pode usar palavras-chave ou pesquisar por empresa.

 

Não faça sua lição de casa

 

Você deve querer saber o máximo possível.

Independentemente qual seja o local em que você deseje trabalhar ou qual função deseje assumir, é preciso buscar conhecimento sobre o local e o cargo que você busca.

Um candidato bem informado é sempre preferível à alternativa. Fazer perguntas sobre seus interesses específicos na empresa, e mesmo apenas fazer perguntas gerais sobre o que a empresa faz, são algumas das questões de entrevista mais comuns. Se você não fez sua pesquisa, é, em última instância, um desperdício – não só do tempo do recrutador, mas também do seu próprio.

 

Não enviar uma mensagem de contato após uma entrevista

 

Após uma entrevista de emprego, você possui uma chance extra de melhorar a sua impressão perante a empresa com um simples contato após a entrevista para a vaga. Um contato simples com: “Obrigado pela oportunidade” é o suficiente para indicar ao seu avaliador que você se importa com a empresa, a pessoa e a oportunidade.

É importante ter em mente que um contato mais longo sobre a entrevista, ou “forçar amizade”, como se houvesse já uma intimidade entre você e o entrevistador, pois isto pode causar uma má impressão.

 

Imagem cortesia: Pixabay