Em continuação ao post “Os maiores erros que novos empresários cometem”, seguimos mencionando as principais falhas que podem acontecer no início de um negócio, e que podem influenciar enormemente no desempenho de sua empresa a longo prazo.

 

Não ter uma estratégia de divulgação

As mídias sociais de startups começaram no intuito de divulgar um produto realmente bom, mas sem usuários, na tentativa de obter divulgação, clientes e capital. A partir das startups desenvolveram-se duas coisas importantes:

  • Blogging do convidado:

Se você é um startup sem usuários, pode ser difícil conseguir influenciadores para investirem em você. Como então você vai atrair a atenção que precisa para ser descoberto? Através do esquema de blogging convidado, onde, ao escrever para plataformas de terceiros, é possível atrair visualizações para o seu site, e a partir disto aumentar exponencialmente o número de clientes em seu nicho. Se você possui um negócio on-line, procure blogs e publicações importantes para onde você possa escrever um post. Enquanto as principais plataformas podem não aceitar publicar algo sobre você, a maioria aceitará com prazer divulgar o conteúdo gratuitamente. Em troca, você pode oferecer um produto ou serviço.

 

  • Alcançando os jornalistas “não-estabelecidos”:

Muitos novos empresários cometem o erro de tentar conseguir jornalistas famosos para escrever sobre suas empresas, e o resultado é, muitas vezes, nenhuma cobertura da mídia. Esses grandes jornalistas recebem muitos lançamentos todos os dias, e só podem apresentar uma fração das empresas. Em vez de se concentrar nos jornalistas grandes, e que provavelmente irão ignorá-lo, procure jornalistas iniciantes ou estagiários. Embora eles não tenham necessariamente a mesma influência que os jornalistas famosos, eles muitas vezes têm acesso às mesmas plataformas, obtêm menos propostas e são mais propensos a divulga-lo. Uma vez que você começa a ser anunciado por alguns destes, torna-se mais fácil atrair a atenção dos grandes.

computer-767776_1920

De acordo com pesquisas recentes, as empresas que possuem blogs obtêm 67% a mais de acessos que empresas que não blog. Isso deve significar que em um novo negócio é uma boa ideia manter e atualizar um blog, certo? Não é assim tão simples. Seu blog deve contar com algumas as estratégias de marketing de blogs. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a desenvolver uma estratégia.

  • Certifique-se de que há um link entre o seu blog e as empresas:

Seu blog não deve ser um meio para contar sua história ou apenas escrever artigos porque “todos devem estar postando” ou porque “as estatísticas dizem que o blog funciona”. Para fazer com que pessoas se interessem por seu negócio e produtos, é preciso que haja uma conexão entre o seu blog e os produtos/serviços que você oferece. Certifique-se de que há um link para seus produtos em todo o seu blog; este deve estar em sua barra de navegação, dentro de suas postagens, em sua barra lateral, em páginas-chave, e em outros lugares estratégicos.

  • Garantir a relevância entre o seu blog e sua empresa:

Se você mantiver um blog de negócios, você não pode escrever sobre qualquer. Seu blog precisa abordar os problemas existentes e potenciais clientes têm; dar uma solução para os problemas e oferecer seus serviços.

  • Quantidade é tão importante quanto qualidade:

As estatísticas mostram que a melhor frequência de postagens envolve a publicação de 16 ou mais posts por mês, pois geram até quatro vezes mais tráfego que outros sites.

 

Tentar vender seu produto para todos

 

Se a sua resposta à questão de quem é seu público-alvo é “todos”, você está essencialmente direcionando sua publicidade a ninguém, e muito provavelmente em um caminho para o fracasso. Cada empresa precisa começar com um pequeno subconjunto de pessoas, um público-alvo específico, antes de eventualmente se tornar grande.

Não cometa o erro de marketing de direcionar para todos. Enquanto grandes marcas podem ir longe, isto não funciona com empresas pequenas. Em vez disso, comece definindo sua proposição de venda, crie um perfil de público, e persiga ativamente seu público-alvo.

 

Fazer suposições e não testar

 

Tentar comercializar sem testar é semelhante à execução de um negócio sem contabilidade: você só pode supor que algo está funcionando ou não, e suposições são muitas vezes erradas. Isso só levará ao fracasso.

É fácil supor que algo está funcionando quando não está. Novas técnicas de marketing e plataformas vão aparecer todos os dias, mas você só sabe o que funciona quando você testar. Praticamente todas as ferramentas de análise hoje permitem que você rastreie de onde seus clientes estão vindo, e eles permitirão que você configure metas e acompanhe as conversões.

 

Ignorar Clientes Existentes

 

Muitos empreendedores novos supõem que o trabalho termina uma vez que o cliente  começa a usar seus produtos. Não! Na verdade, o trabalho acaba de começar! Clientes leais valem até 10 vezes mais do que clientes em sua primeira compra, e você tem até 70 por cento de probabilidade de vender a um cliente existente, comparado a até 20 por cento para um novo.

Um cliente que você já tem vale várias vezes mais do que um cliente que você ainda não tem, e talvez uma das melhores decisões de marketing que você vá fazer é começar a prestar mais atenção aos clientes existentes. Primeiro, esses clientes já compraram de você, para que não é difícil fazê-los comprar mais. Em segundo lugar, esses clientes, se muito satisfeitos com sua experiência com sua marca, podem acabar sendo divulgadores da marca. Ignorá-los em seu próprio perigo.