Fazer bem até mesmo as pequenas coisas é o que leva ao sucesso.

 

As pessoas dizem: “Não se preocupe com as pequenas coisas”. Mas isso não é uma maneira de progredir nos negócios. Uma citação melhor para o sucesso vem de Hunter S. Thompson: “Vale a pena fazer qualquer coisa que valha a pena fazer”.

Sem dúvida, essa é a filosofia que tornou Ann Miura-Ko uma das mais respeitadas capitalistas de risco no país.

Miura-Ko é filha de imigrantes, e seu pai, um cientista de foguetes da NASA, era apaixonado pelo conceito de excelência e tinha grandes expectativas em relação a seus filhos. De acordo com Miura-Ko, um dos princípios mais duradouros que seu pai instilou nela foi que tudo o que ela faz, não importa o quão trivial, merecia um esforço de “classe mundial”.

Essa ideia foi colocada à prova quando ela conseguiu um emprego como assistente administrativa no escritório do reitor de engenharia de Yale. Em seu primeiro dia de trabalho, ela disse ao pai que faria cópias e arquivamento.

Isso é bem mundano, mas ele imediatamente sugeriu que ela pensasse em como ela poderia ser de classe mundial em seu novo trabalho. Isso inspirou Miura-Ko a mudar sua abordagem. Ela criou cópias nítidas que não puderam ser distinguidas do documento original; ela imprimia etiquetas para seus arquivos em vez de escrevê-los à mão livre; e, quando foi encarregada de levar rosquinhas para o escritório, ela escolheu as mais frescas disponíveis.

O objetivo dela? Tornar tudo um “momento de deleite” para seus colegas. Alguns anos se passaram e, um dia, o reitor pediu a Miura-Ko que desse guiasse uma visita ao amigo Lewis em torno da escola de engenharia. Lembrando as palavras de seu pai, Miura-Ko ofereceu uma ótima turnê e desenvolveu um bom relacionamento com o cavalheiro que ela acompanhava.

No final, ele ficou tão impressionado que perguntou se ela gostaria de ir à Califórnia para uma visita a sua empresa. Foi quando ela soube que Lewis era Lewis “Lew” Platt, CEO da Hewlett Packard (HP).

Miura-Ko aproveitou a oportunidade para visitar a HP e, quando retornou ao campus, Lew enviou-lhe duas fotos. O primeiro foi ela mesma sentada ao lado de Lew. A segunda foto era de Bill Gates sentado exatamente onde ela estava sentada. Esta imagem deixou uma impressão duradoura em Miura-Ko, e Platt tornou-se uma figura chave em seu desenvolvimento profissional.

Hoje, Ann Miura-Ko é “a mulher mais poderosa em startups”, segundo a Forbes. Ela desempenhou um papel fundamental em ajudar a quebrar o teto de vidro para as mulheres em seu setor.

Embora às vezes pareça incrivelmente desafiador colocar todo o seu esforço em tarefas minúsculas, lembre-se de que ninguém espera grandes coisas de pessoas que não podem ser incomodadas de “suar pelas pequenas coisas”. Aqui estão três maneiras de seguir o exemplo de sabedoria transmitida pelo pai de Miura-Ko e tornar seus próprios esforços mais excepcionais.

 

  1. Faça da excelência um hábito.

Não importa o quão insignificante uma tarefa possa parecer na ocasião, há alegria em se ter um trabalho bem feito. Além disso, as pessoas tendem a julgar os outros por suas ações e lembram-se de seus erros.

Pense nisso. Quem você está mais propenso a contratar de novo? O pintor que deixou as gotas pingarem no chão ou o pintor que deixou a casa limpa e arrumada?

Quando nos comprometemos a ser excelentes em tudo o que fazemos, estamos escolhendo trabalhar em nossas próprias circunstâncias. Isso nos permite direcionar nossas vidas e carreiras, ao invés de simplesmente reagir como se estivéssemos à mercê do destino, das circunstâncias, de outras pessoas ou de eventos externos. Um compromisso com a excelência nos coloca no banco do motorista.

 

  1. Crie “momentos de deleite”.

Enquanto alguns trabalhos podem ser chatos, pessoas boas tornam qualquer ambiente de trabalho mais divertido e interessante. Quando você faz outras pessoas felizes – até mesmo de maneiras pequenas – você cria aquele ciclo de feedback de alegria. Como Miura-Ko descobriu, trazer alegria a outras pessoas pode realmente pagar dividendos profissionalmente. Como bônus, espalhar alegria também ajuda a criar uma cultura fantástica no local de trabalho.

 

  1. Esteja preparado para a boa sorte.

O filósofo romano Seneca disse certa vez: “A sorte é o que acontece quando a preparação encontra a oportunidade.” Miura-Ko não sabia que estava dando uma volta com o CEO de uma grande empresa; ela apenas deu a melhor turnê que pôde. Em outras palavras, ela estava preparada para impressionar qualquer um e sua preparação valeu a pena.

Há algumas vezes em que é apenas pura sorte? Claro. Mas também é possível criar sua própria sorte. Se um dos maiores investidores do mundo conseguiu que ela fizesse cópias, etiquetasse, escolhesse donuts frescos e demonstrasse responsabilidade, onde você poderia fazer melhor?

 

Imagem cortesia: Pixabay