Um lugar feliz e movimentado, preenchido com risos, tilintar de taças e divertimento – e você tendo o total controle sobre tudo – soa como a vida perfeita, não é? Isto quando você trabalha em algo que não goste.

No entanto, começar o seu próprio bar não está centrado em ter diversão. Ter um bar significa longas horas de trabalho e uma rigorosa atenção ao detalhes; inclusive lidar com clientes desagradáveis. No entanto, uma visão clara e meticulosa supera todos os obstáculos que possam vir a ocorrer, e tudo o que você precisa fazer é pesquisar sobre os altos e baixos do negócio antes de mergulhar de cabeça nele.

Considere as estatísticas

Embora pareça que bares estão constantemente lotados de pessoas, a tendência mudou drasticamente nos últimos anos. Questões como a mudança dos padrões de consumo dos cidadões brasileiros e  tendência de consumo de alimentos mais saudáveis e fitness desgastaram a indústria de bebidas alcoólicas como um todo.

Há muita concorrência, e a indústria, de fato, está saturada. No entanto, os outros bares próximos não são o único problema, afinal você também têm a concorrência de todas as outras opções de entretenimento que o consumidor pode escolher ao invés de sair para uma noite de bebidas com os amigos.

 

Planejamento para iniciar um bar Leia isto primeiro

Expectativas

Os primeiros meses são difíceis, mas dentro de três ou cinco anos, um bar bem elaborado pode devolver ao seu dono o investimento inicial e muito mais. No entanto, começar um bar não pode ser considerado como o negócio mais seguro, já que a taxa de falências é bastante elevada.

Mas por qual motivo há uma alta taxa de fracasso? Isto ocorre poque a maioria não têm capital suficiente para sustentar o negócio, e também porque a maioria dos que lançar para o negócio não ter um conhecimento suficiente sobre o assunto.

Você tem estômago?

Em primeiro lugar, é preciso conhecer a si mesmo. Você é o tipo de pessoa que consegue lidar com as pressões do funcionamento de um bar? Se você for o tipo de pessoa que gostaria de evitar interações sociais, então este não é o negócio certo para você. Você precisa estar fora de todas as bolhas, ser amigável, e conseguir cumprimentar alguns enquanto conversa com outros. Bares são espaços sociais, então se você não são uma criatura social, então este tipo de negócio provavelmente não é para você.

Você pode fazer o compromisso?

Você gosta de trabalhar longas horas? Se você gosta de acordar tarde, depois de ter trabalhado até a madrugada, você provavelmente não vai conseguir relaxar. Ter um bar pode consumir boa parte do tempo de interação familiar, pois você pode ser obrigado a permanecer no estabelecimento a partir do momento que você acorde, até o amanhecer, pelo menos durante os primeiros períodos. Eventualmente isto diminuirá conforme você pegar o jeito das coisas e responsabilidades possam ser entregues aos gerentes e funcionários treinados, mas você precisará gerenciar o negócio até que possa delegar o trabalho para outras pessoas.

Que tipo de bar que você deseja?

Você quer um bar de vizinhança, onde você recebe muitos clientes regulares, equipado com opções de entretenimento, como jogos de dardos e mesas de bilhar? Ou você tem um bar de esportes, onde os eventos espoertivos tomam o centro das atenções, e você precisaria para investir em tecnologia de áudio e vídeo para permitir que os clientes desfrutem das transmissões mais recentes do conforto dos seus próprios lugares? Talvez seja uma cervejaria, com uma grande opção de cervejas, ou que você possa preparar a sua própria cerveja.

Qual é o seu público-alvo?

Determinar o seu foco com o bar é fundamental para o desenvolvimento estratégico da empresa. O que você pode oferecer? Que você planeja oferecer? Quais são os seus gostos e preferências pessoais? Faça sua pesquisa e obtenha o máximo de informações o possível.

Planeje bem

A razão das altas taxas de falência de bares pode ser atribuido ao alto custo para implantação e manutenção. Você precisa ter um plano de negócios rigoroso antes de mergulhar de cabeça. Planeje seu orçamento e finanças, o que deve e não deve fazer, e como superar os desafios que você irá encontrar. E acima de tudo, dê tempo ao tempo. Paciência! Um planejamento prudente é necessário para que você obtenha através desses tempos difíceis.