Investir no treinamento dos funcionários pode levar a uma equipe de alto desempenho.

 

No mercado de trabalho atual, a maioria das empresas escolhe entre contratar por cultura e habilidade. E a cultura parece estar ganhando.

Faz sentido. A cultura da empresa não é treinável – novos contratados em potencial são adequados ou não. Mas as habilidades são algo que pode ser aprimorado ao longo do tempo.

E se você deseja pessoas inovadoras e talentosas que agreguem valor à cultura da sua empresa, precisa parar de se preocupar se elas possuem ou não um conjunto de habilidades perfeito. Se você contratar as pessoas certas, elas provavelmente estarão ansiosas para aprender e provar a si mesmas.

Essa abordagem, no entanto, vem com alguma bagagem: treinamento. Ele precisa ser excepcional. Afinal, se você deseja ignorar o fato de que seu novo contratado pode ser um pouco verde (embora seja um ótimo ajuste cultural), também precisa estar disposto a fornecer a eles as ferramentas necessárias para o seu sucesso. E o treinamento não tem um preço baixo.

Se você contratar com cuidado, porém, isso é mais um investimento do que um custo. Dedicar tempo e esforço ao desenvolvimento de um programa eficaz de integração ajuda a garantir que seus novos contratados saibam fazer bem o trabalho deles – e que terão um desempenho ainda melhor depois de se acostumarem.

Aqui estão algumas práticas a serem adicionadas ao programa de integração de funcionários que devem resultar em novas contratações bem treinadas.

 

Definir resultados de aprendizagem claros.

 

Não implemente um programa de treinamento apenas para seguir em frente. Provavelmente é uma perda colossal de tempo. Em vez disso, defina metas claras para o que cada funcionário deve saber e ser capaz de fazer no final do programa de treinamento.

O tipo de programa que você monta dependerá em grande parte de dois fatores:

  • O estado da empresa: Você está em um período de mudança? Expansão? Você está procurando funções de curto prazo com uma alta taxa de rotatividade esperada ou deseja contratar talentos que permanecerão na empresa a longo prazo?
  • Os papéis específicos: Quais são as responsabilidades dos novos contratados? Para quem eles se reportarão? Isso determina o que eles farão e o que não farão, bem como os pontos que precisam saber e que precisam ser úteis.

Saber o que seus novos contratados devem obter do treinamento também informa as áreas de treinamento, que você pode organizar por área, para que os novos contratados aprendam tarefas relacionadas.

 

Revise e adapte regularmente o currículo.

 

Quão bem as novas contratações se integram à empresa? Existe uma alta taxa de rotatividade de funcionários, resultando em novas contratações saindo poucas semanas após o início? Os supervisores e gerentes sentem que seus novos funcionários estão preparados para trabalhar após o término do treinamento?

Se novos contratados saírem rapidamente e os supervisores sentirem que o processo de treinamento não é muito eficaz, seja proativo. Se você tiver o dinheiro, considere contratar uma empresa de recrutamento externo. Mas se isso não for uma opção, consulte seus gerentes para descobrir pontos de dor.

Procure recursos online ou crie seus próprios materiais de treinamento. Ajuste (ou, se necessário, revisar completamente) o processo. Determine as lacunas no seu processo de contratação para que você possa refiná-lo facilmente.

 

Pergunte aos funcionários existentes as áreas em que eles gostariam de treinamento adicional.

 

O treinamento não é um empreendimento único. Deve ser um processo contínuo que faz parte do desenvolvimento profissional geral de cada funcionário. É uma boa maneira de fornecer caminhos para o progresso e manter os funcionários engajados, motivados e leais. Consulte seus funcionários diretamente para avaliar as áreas de treinamento adicionais que você deve fornecer.

Esse treinamento pode nem mesmo ser ministrado em um formato tradicional. Em vez disso, os funcionários podem buscar treinamento financiado externamente ou receber uma bolsa comprando e revisando recursos educacionais em seu próprio tempo. Se você tratar o treinamento como um dos incentivos dos funcionários da sua empresa, sua equipe provavelmente aproveitará.

 

Um ótimo programa de treinamento exige um investimento inicial em termos de tempo e dinheiro, mas provavelmente é um investimento digno, se você economizar horas de recontratação (e demissão). O treinamento adequado pode ajudar a estabelecer as bases para funcionários fortes e moral elevada da empresa.

 

Imagem cortesia: Pixabay