A transparência, como a maioria das coisas, é melhor feita com moderação.

 

Há muita conversa sobre a transparência de líderes e empresas, mas quão transparente você deve ser? Em muitos casos, se sua equipe está armada com todos os fatos, eles podem executar melhor sua função e ajudar a impulsionar a empresa. Por outro lado, compartilhar muita informação pode ser uma distração e até mesmo prejudicar a cultura da empresa e o engajamento dos funcionários. Então, onde você traça a linha?

 

Os benefícios da transparência

Há muitos benefícios em ser transparente e um dos mais pertinentes é o da confiança. A confiança não pode ser cultivada se a transparência não for algo que flua dos níveis superiores da organização. Se você se compromete com a transparência, tem que ser algo que todos levam a sério; caso contrário, essa confiança será perdida. Sem confiança, pode ser difícil motivar sua equipe a assumir riscos e ainda mais difícil capacitá-los a tomar as melhores decisões para sua empresa.

Em uma organização transparente, sua equipe se sentirá valorizada, porque é mais provável que ela esteja envolvida no processo de tomada de decisões. A rotatividade de pessoal será reduzida e os lucros crescerão se a produtividade aumentar. Mesmo quando as coisas dão errado, toda a equipe pode trabalhar em conjunto para resolver um problema. Muitas mãos fazem o trabalho leve, especialmente quando todos estão trabalhando na mesma página.

 

Mantenha a transparência no contexto

Embora você deseje manter uma cultura de transparência, lembre-se de que ninguém precisa entender tudo para fazer bem seu trabalho. Não faz sentido sobrecarregar um novo funcionário júnior com todos os fatos que um funcionário de 10 anos entende. É muita informação para qualquer um manipular de uma só vez, e provavelmente não é necessário para que eles desempenhem seu papel de forma eficaz. Sua equipe pode facilmente ficar desnecessariamente estressada sobre coisas que não lhes dizem respeito.

Informações de alto nível, como informações financeiras, salariais ou projeções de negócios disponíveis para seus funcionários, é considerado arriscado por alguns. No entanto, muitos líderes empresariais acreditam que isso demonstra abertura e igualdade. Se você quiser consolidar a confiança da equipe e reforçar seu compromisso com a transparência, isso pode ser um caminho a ser considerado.

 

Mantenha um meio termo

Você pode operar com sucesso uma empresa transparente sem revelar tudo. Transparência não é um cenário de tudo ou nada. Encontre um meio termo confortável que funcione para você, sua equipe de liderança e seus funcionários. Mantenha uma política de portas abertas na qual os membros da equipe têm a capacidade de fazer perguntas, mesmo que o tópico não seja algo para o qual você possa fornecer respostas imediatas. Como funcionário, não há nada pior do que imaginar onde você se encaixa em uma organização e como você pode fazer a diferença. Certifique-se de que sua equipe saiba que a comunicação é fundamental.

 

Esforce-se para trabalhar em equipe

No final do dia, você quer garantir que sua equipe possa trabalhar em conjunto de forma colaborativa. Se todos estiverem na mesma página, você e seus funcionários podem operar lado a lado para alcançar sua missão e os objetivos da empresa. Estudos mostram que quase 80% dos funcionários engajados confiam em sua liderança e visão. Com um sólido envolvimento dos funcionários e um ambiente de trabalho altamente colaborativo, nada está fora dos limites.

 

Os primeiros passos para a transparência

Se o seu objetivo é aumentar a transparência entre os líderes, ele precisa ser comunicado de cima para baixo – e então fazer o retorno. É uma via de mão dupla com informações sendo repassadas conforme necessário. E, mais importante, ele precisa ser visto como uma prioridade de toda a empresa para que os hábitos mudem. Talvez você precise considerar uma nova tecnologia para possibilitar a disseminação efetiva de informações por toda a organização, para que todos possam se manter informados.

 

Já se foram os dias em que as empresas fingiam que sabiam tudo. As empresas cometem erros e a honestidade serve apenas para aprofundar a confiança e o comprometimento de seus funcionários com sua visão.

 

Imagem cortesia: Pixabay