As transferências internas não são um fenômeno novo. Os funcionários costumam transitar entre equipes diferentes dentro da organização com frequência. No entanto, nem sempre é fácil para os gerentes saber se é ou não o movimento certo.

Quando se é abordado por funcionários solicitando fazer uma transferência interna, considere o seguinte:

 

Considere seu esforço.

Esse empregado é alguém que faz parte do processo, que tem uma atitude positiva e dá o seu todo, mas o papel em que está simplesmente não está explorando todo seu potencial? Em caso afirmativo, pode fazer sentido considerar a transferência. Se o empregado está vindo ao RH depois de apenas algumas semanas na empresa, ele provavelmente não deu chance de se adaptar a equipe, e pode estar reclamando sem motivos. Poucas pessoas são boas em algo novo depois de apenas algumas semanas. Nesse caso, fale com ele sobre treinamentos que possam ajudá-lo a aprender mais rapidamente.

 

Diga o motivo

 

Às vezes, a razão pela qual os funcionários querem mudar de setor é um problema que pode ser resolvido com diálogo. Quando abordado pelo empregado, tome tempo necessário para entender a verdadeira razão pela qual ela quer ser transferido. É um problema com um gerente? Houve uma boa comunicação entre eles? Certifique-se de que é uma razão legítima, e não porque ela acha que a outra equipe tem uma carga de trabalho mais fácil. Muitas vezes, com a cultura de empresas divertidas, os funcionários querem ficar, mas não querem trabalhar duro para manter aquela política, e preferem pedir a transferência de setor, e este motivo inevitavelmente falhará.

 

Pergunte aos seus colegas

 

Pergunte individualmente aos companheiros de equipe sobre o que eles sentem sobre a pessoa. Essas conversas podem te indicar coisas sobre a personalidade e a ética de trabalho do empregado. Ele é um queixoso, enrola e se apoia na equipe? Ou é uma pessoa que se doa, busca melhorar o ambiente e traz a energia e a atitude corretas para a nova equipe?

Se uma transferência faz sentido depois de considerar o acima, o funcionário deve percorrer o mesmo, ou similar, processo de entrevista que ele realizou quando foi contratado pela primeira vez.

 

Avalie-os.

 

O RH também precisa avaliar as habilidades, pontos fortes e fracos do empregado. A pessoa pode querer passar da análise para a criatividade, mas falta atenção aos detalhes e um olho criativo. O papel que o empregado quer pode não estar certo.

 

Fale com os gerentes.

 

Enquanto o gerente atual deve ter ciência sobre o desejo, a RH também deve ter uma conversa com o gerente com o qual o empregado está interessado em trabalhar. Pode não haver uma necessidade ou uma conversa aberta na equipe, ou esse gerente pode não ver que o empregado adicionaria valor à equipe, por isso pode ser um ponto discutido. Antes de avançar com qualquer coisa, o RH deve avaliar onde o gerente está de pé e obter a sua aprovação.

 

Considere a preparação para a entrevista.

 

Os gerentes podem determinar muito de como o empregado se prepara e se apresenta durante a entrevista. Eles são preparados com a forma como eles adicionaram valor à empresa até agora, porque querem a transferência, podem explicar por que eles são qualificados e como eles podem agregar valor à equipe. Eles podem dar dicas sobre como preparar e o que se espera deles para a entrevista. Eles podem dizer se os funcionários devem usar um terno, ou se o vestuário de trabalho regular é apropriado.

Se os funcionários não tratam esta entrevista como se fosse sua primeira, eles não estão levando isso a sério, e é um desperdício para todos. Eles precisam ser tão competitivos quanto os candidatos externos que se candidatam ao papel. Eles nunca devem agir como se tivessem uma vantagem na corrida.

 

Faça as mesmas perguntas que os candidatos externos.

 

Os gerentes não devem ter favoritos. O funcionário imitará o estilo do entrevistador e deve tratá-lo como se fosse um com um candidato externo. Faça perguntas como: por que você acha que seria bom nesse papel? Por que você quer trabalhar aqui? O que o diferencia de todos os outros que se candidatam? Como você adicionará valor ao time e à empresa? Dado que os funcionários tiveram acesso interno com a empresa, será ótimo ver como suas respostas se acumulam contra candidatos externos.

Se o funcionário tiver uma excelente entrevista e parecer que seria um ótimo ajuste, fale com a equipe existente e obtenha a anuência antes de anunciar o movimento. Se, depois de entrevistar a pessoa, achar que ela pode ser melhor para um grupo diferente, sugere que, em vez disso, explique o porquê e como isso irá beneficiar sua carreira.