Pense no panorama do que você precisa e espera para a vida depois do trabalho.

 

A aposentadoria pode parecer maravilhosa, mas muitas vezes a realidade é decepcionante. Cerca de 28% dos aposentados recentes entrevistados em uma pesquisa de satisfação disseram que a vida está pior na aposentadoria do que quando estavam trabalhando. Essa é uma das várias pesquisas que indicaram que para ao menos um quarto dos aposentados, a vida após o trabalho envolve isolamento e perda de direção.

 

Então, o que você pode fazer agora para tornar seus anos de aposentadoria mais felizes?

 

  1. Reduza o estresse financeiro.

O dinheiro pode não garantir a felicidade na aposentadoria, mas prestar atenção a esse detalhe é um bom primeiro passo. Uma vez que você se aposentar, você vai querer ser capaz de cobrir suas contas regulares sem se preocupar. Para alcançar a segurança financeira, tome três medidas concretas: saldar dívidas; considere mudar para uma residência menor; e criar fontes regulares de renda.

Se você não puder pagar a casa antes de se aposentar, considere se mudar para uma casa menor. A venda do imóvel maior permitirá que você salde dívidas e pode ajudá-lo a pagar em dinheiro por uma residência menor, assim você pode colocar qualquer dinheiro restante em sua carteira de investimentos.

Finalmente, se você não tiver renda regular suficiente para cobrir suas despesas fixas na aposentadoria, considere criar uma “pensão” para preencher a lacuna. Você pode fazer isso através de planos de renda fixa , por exemplo.  Uma das razões pelas quais as pessoas se tornam tão ansiosas quando se aposentam é porque passam de salários confiáveis a quase nenhuma renda confiável. Quando você tem renda de um emprego, o que você gasta em um mês não compromete necessariamente o que pode fazer no mês seguinte. Mas quando você se aposenta, cada centavo que você gasta aos seus 60 anos é aquele que você não terá aos seus 70.

Se você se planejar e tiver uma pensão particular, isso elimina essas preocupações, bem como a preocupação de sobreviver apenas com suas economias.

 

  1. Invista na vida depois do trabalho.

O mundo do trabalho cria um conjunto de interações sociais regulares, que você perde quando se aposenta. Isso pode aumentar a depressão e ameaçar sua saúde física. O bem-estar social está ligado a níveis mais baixos de uma molécula de resposta inflamatória chamada interleucina-6, que está conectada a uma ampla gama de distúrbios relacionados à idade, como a doença de Alzheimer e a osteoporose. Isolamento também aumenta o risco de pressão alta e doenças.

Então se junte a um clube do livro; uma turma pra jogar cartas; voluntarie-se a uma causa com a qual se identifique; defina datas regulares de golfe, almoço ou compras. As atividades são menos importantes; o que importa é que você veja outras pessoas regularmente e permaneça ativo.

 

  1. Defina metas de aposentadoria.

Os aposentados mais felizes incluem aqueles com um forte senso de propósito. Você não precisa criar um novo negócio ou escalar o Everest. Seus objetivos podem envolver ver amigos, reservar um tempo para ver seus filhos ou cuidar de seus netos, fazer algum curso ou aprender uma nova habilidade.

O estudo de aposentadoria de 2017 da Transamerica descobriu que 97% dos aposentados com um forte senso de propósito eram geralmente felizes, em comparação com 76% sem esse senso. Esses aposentados passaram mais tempo com a família, viajando, fazendo trabalho voluntário e dedicando tempo a seus hobbies. É muito importante ter uma razão para se levantar de manhã e encontrar algo que nos impulsione. Aproveite seu tempo!

 

Imagem cortesia: Pixabay