Não entre nisso cegamente. Isso não vai acabar bem.

Apesar de todo o seu glamour, ser um empreendedor requer horas de trabalho duro. O lançamento de vários empreendimentos pode ser ótimo, mas também pode trazer estresse e exaustão. Mesmo que você tenha tido sucesso antes, as circunstâncias em sua vida mudam e você pode estar considerando um novo empreendimento.

É fundamental ter certeza de que você está realmente pronto antes mesmo de pensar em fazer uma mudança. Compilamos aqui as cinco perguntas críticas que muitos empresários se esquecem de fazer a si mesmos antes de começar seu próximo empreendimento. Não penar nisso pode levar a dor se você não estiver preparado mental e financeiramente. Aqui está o que você precisa fazer antes de dar o grande salto.

 

1. Qual é o pior cenário?

Quando se trata de negócios, um empreendedor experiente deve estar preparado para lidar com o inesperado. É um dado crucial: as coisas dão errado. A norma é que você sempre experimentará contratempos como empreendedor; é apenas uma questão de preparar sua mentalidade para lidar com esses contratempos.

Pergunte a si mesmo quais são os fatores de risco e qual é o seu plano de backup para gerenciá-los. Você nem sempre pode controlar o resultado de alguns aspectos da sua empresa, mas esteja preparado para lidar com eventos inesperados e dinamizar seu plano.

 

2. Qual é o custo social deste empreendimento?

Todo mundo fala sobre os custos financeiros de um novo negócio, mas ninguém fala sobre os custos sociais. É importante estar ciente de que você pode se tornar muito polarizador como empresário e afastar muita gente. É normal experimentar pontos realmente baixos durante seus primeiros anos como empreendedor. Você terá que fazer sacrifícios sociais, e muitos de seus relacionamentos pessoais ficarãp tensos por causa desses sacrifícios. Se você está focado em alcançar o sucesso, vai eliminar as pessoas que estão simplesmente satisfeitas com suas vidas. Se você está empenhado em construir algo grandioso, espere que a jornada seja solitária às vezes.

 

3. Quais são os seus principais fatores motivadores para iniciar este empreendimento?

No início, é normal que seu principal fator motivador seja impulsionado pelo dinheiro. É essencial que você se concentre em construir a base do seu negócio e estabelecer o fluxo de caixa. Fique bem com o fato de que a riqueza é importante. Depois de aprender a gerar dinheiro, use essa habilidade e aplique-a em outras áreas. À medida que sua empresa cresce, você descobrirá qual é o seu próximo fator motivador. Seja motivado pela filantropia ou por uma paixão, seus fatores motivadores mudam à medida que você cresce.

 

4. Esse negócio pode crescer além das expectativas?

No atual ambiente de globalização e ameaças competitivas, permanecer pequeno não é uma opção. Seu empreendimento precisa ter o potencial de crescer para além do convencional. Pergunte a si mesmo: “Isso pode ser um negócio real e não um estilo de vida?”. Por exemplo, se você tirar um mês de férias, poderá voltar a uma empresa que tenha mais sucesso do que quando você saiu? Sua empresa precisa, eventualmente, ser capaz de funcionar como uma máquina bem lubrificada, não como um espetáculo de um homem só.

 

5. Você está disposto a assumir total responsabilidade?

É fácil ficar empolgado com uma empresa quando ela é lançada pela primeira vez. A realidade é que a maioria dos seus dias como proprietário de uma empresa não será otimista, e é fácil culpar outros fatores por sua incapacidade de progredir. Uma das queixas mais comuns dos empresários é que eles culpam sua indústria ou cidade pela sua incapacidade de alcançar o sucesso. Uma verdade eterna sobre a construção de um negócio é que a grama nunca é mais verde do outro lado. Os negócios são basicamente os mesmos em todos os setores. Você enfrentará desafios semelhantes, independentemente do seu empreendimento, e precisará desviar-se dos fatores de culpa que têm pouco impacto sobre suas chances de sucesso

 

Imagem cortesia: Pixabay